Mostrando postagens com marcador inclusão digital. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador inclusão digital. Mostrar todas as postagens

05 maio, 2013

Flisol Alto Tietê 2013 apresentou novidades

O Festival Latino-americano de Instalação de Software Livre (FLISOL) Alto Tietê, realizado no dia 27 de abril em Guarulhos, foi um sucesso. O evento apresentou novidades tecnológicas, reuniu muita gente e ampliou o debate sobre distribuição de softwares gratuitos.

Promovido pelo quinto ano consecutivo, o FLISOL se consolida como espaço de discussão e promoção da cultura de softwares livres e inclusão digital. Palestras, debates, mini-cursos e oficinas de instalação foram presenciadas por ao menos 200 pessoas.

A abertura do evento contou com a presença do prefeito Sebastião Almeida e o Deputado Estadual Alencar Santana (PT). Na sequência, o professor Sérgio Amadeu fez sua palestra e deixou um forte recado: programe ou seja programado". Com isso, Amadeu afirma a importância de se dar a devida importância ao compartilhamento de conhecimento digital bem como a promoção de condições para que haja produção de conteúdos nacionais livres.

Marcelo Saldanha, do Movimento Banda Larga, apresentou um experiência que tem propiciado a associações de moradores criarem seu próprio provedor comunitário de internet. Uma ação a baixo custo que possibilita levar o universo digital a muitos que hoje estão excluídos do serviço.

O Departamento de Informática e Tecnologia de Guarulhos apresentou uma novidade "caseira" e de baixo investimento: uma lousa digital feita pelo técnicos da prefeitura com software livre. O equipamento é aproximadamente 10 vezes mais barato que os de mercado.


O FLISOL foi realizado por militantes da Inclusão Digital e Software Livre e contou com apoio da Prefeitura Municipal de Guarulhos.


Palestra

Eu tive a oportunidade de compor mesa ao lado de Marcelo Saldanha, Beatriz Tibiriça, do Coletivo Digital, Jesulino Alves, do Movimento Software livre e Cultura Digital, Leandro Gramulha, da Prefeitura de Guarulhos, e do Vereador Rômulo Ornelas.

Foi uma mesa que mostrou diferentes pontos de vista do universo digital e na qual pude expor como um blogueiro pode atuar no cenário das cidades, denunciando, propondo, agitando ou articulando.

Em 2012, também participei. Veja como foi AQUI

Veja um dos debates abaixo ou outras mesas AQUI



Por Leandro de Jesus

25 janeiro, 2013

POÁ TEM 5 TELECENTROS FECHADOS

A ONU (Organização das Nações Unidas ) já declarou que o acesso a internet é um direito humano. No entanto, muito ainda falta para uma verdadeira inclusão digital por meio de equipamentos públicos. Levantamento realizado pelo Blog de Poá mostra que dos seis telecentros instalados em Poá apenas um está em funcionamento. Os dados foram obtidos com base na Lei de Acesso a Informações Públicas.
Foto: Fernando Araujo/PMP
Telecentro Vila Jaú
Em 2011, no 3º Encontro Técnico Tecnologia Cidadã, em Guarulhos, a diretora da organização não governamental Coletivo Digital, Beá Tibiriçá, disse que os telecentros são importantes centros de mobilização. “É preciso ter um olhar apurado para os telecentros que funcionam como microrredes de solidariedade e compartilhamento de informação e conhecimento”, afirmou.

Já o professor da Universidade Cidade de São Paulo, Rodolfo Avelino, que integra o Coletivo Digital e é membro da organização do Congresso Internacional de Software Livre (Conisli), destacou o papel dos agentes de inclusão digital - os monitores dos telecentros - de disseminar a tecnologia não apenas para o entretenimento mas para a mobilização social e em benefício da comunidade.