Mostrando postagens com marcador deputados. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador deputados. Mostrar todas as postagens

05 abril, 2017

A reforma dos caciques

Os partidos estão na lama mas os caciques não querem largar o rico e saboroso osso dos recursos
públicos.

Na reforma política, querem montar uma lista pré-ordenada em que sejam eleitos múltiplas vezes sem que sejam populares ou qualificados.

E como o apetite deles é infindável, querem retirar na prática a chance de concorrência dos partidos pequenos.

Não dá para esperar nada deste parlamento. Nem mais democracia, nem mais participação popular, nem renovação.

Por Leandro de Jesus
Foto: Gustavo Lima - CD

15 setembro, 2016

Bandido bom é moleque preto e pobre

Nem espanta e nem mais é curioso o modus operandi dos deputados.

Membros da bancada da bíblia ou da bala, fieis defensores da redução da maioridade penal, foram os maiores defensores de Eduardo Cunha durante todo o seu processo.

E no julgamento final, claro, demonstraram o quanto se preocupam de verdade com a criminalidade.

Marco Feliciano votou contra a cassação, por exemplo. Guilherme Mussi faltou. André Moura e Laerte Bessa se abstiveram.

É mais fácil prender um moleque ladrão de pacote de bolacha do que atacar os interesses daqueles que tem milhões em contas na Suíça sem comprovação da origem lícita do dinheiro.

Na campanha de propagação do medo que fazem, bandido bom é moleque preto e pobre.

Por Leandro de Jesus
Foto: Antonio Cruz/A/br

14 março, 2014

Por que o Marco Civil da Internet é tão importante ?

Por que o Marco Civil é tão importante para você, internauta? Por que está tão difícil aprovar um projeto
que garantiria direitos aos usuários de internet? 

Veja a seguir os motivos que podem levar você a modificar o jeito que acessa a net no dia-dia, caso não sejam aprovadas a neutralidade da rede e a garantia à privacidade.



Veja AQUI o que o Blog de Poá já publicou sobre o assunto

Por Leandro de Jesus

24 maio, 2012

MCCE REPUDIA MANOBRA DE POLÍTICOS DO CONGRESSO

Nota de Repúdio ao Projeto de Lei nº3839/2012

Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral - MCCE, rede de organizações sociais responsável pela conquista da Lei da Ficha Limpa, vem a público repudiar veementemente a atitude da Câmara dos Deputados, que sem qualquer debate popular aprovou lei que anistia os políticos que fraudaram suas prestações de contas de campanha.

O Projeto de Lei nº 3839/2012 atenta contra tudo o que deseja a sociedade brasileira, que se encontra mobilizada em favor dos valores da ética e da moral, que devem presidir as declarações do Parlamento.

Esperamos do Senado Federal a rejeição sumária dessa matéria, enquanto convidamos toda a sociedade a se manifestar contra esse ato atentatório à própria imagem do Congresso Nacional. Brasília,

23 de maio de 2012. 

COMITÊ NACIONAL DO MOVIMENTO DE COMBATE À CORRUPÇÃO ELEITORAL MCCE – 10 ANOS – VOTO NÃO TEM PREÇO, TEM CONSEQUÊNCIAS.