Caso Lula - Vingança

.
Se Lula, que queria comprar um apartamento mas não comprou, e depois ganharia de presente, mas
não o recebeu, foi condenado a nove anos, o senador que provadamente recebeu R$ 2 milhões e o presidente, que seria o destinatário da mala de R$ 500 mil, vão pegar prisão perpétua então?

A decisão de Moro não é novidade e só causa escândalo por causa da fama do réu. A Justiça sempre foi injusta, classista e racista. Pobres e negros há anos conhecem a quem o direito serve. O resultado está nas cadeias.

Vale dizer, não temos corrupto de estimação e também não pactuamos com arbitrariedades. Desde 2014, defendemos a Lava Jato mas criticamos muitos de seus métodos nada legais, como detenções sem condenação, delações forçadas e conduções coercitivas incabíveis.

A legalidade dos atos judiciais vale tanto para nós quanto para nossos adversários, políticos ou não. É bom frisar: a justiça não é local para impor derrotas políticas. Para isso servem as eleições. E menos ainda é palco para o sentimento de ódio ou de vingança. O lugar disso se chama rede social.

Por Leandro de Jesus
Foto: Fabio Rodrigues - A/BR

0 comentários:

Publ01