17 março, 2016

Lava Jato - desenhando

Sobre grampo de Lula e do Planalto
 
Em tempos de ânimos à flor da pele em alguns, ódio de sobra em outros e fanatismo em muitos
também, é preciso desenhar de vez em quando.

Querer o devido processo legal através de indícios, denúncia, inquérito, direito à defesa, julgamento e condenação, nada mais é do que querer de fato o fim da corrupção.

Agora, apoiar ações midiáticas, políticas, em processos que rasgam a legislação, burlam o devido processo legal, e que é movido mais à paixão do que à razão, é contribuir para a nulidade e a futura absolvição de culpados e corruptos em tais processos nitidamente viciados.

O conteúdo escandaloso das gravações certamente será apurado e deverá ser exemplarmente punido, independente da função do político. Agora, publicizar conversas alheias à investigações, monitorar e divulgar conversas de ministros e da presidenta simplesmente fere a Constituição e a Lei de Segurança Nacional.

Apoiar a transgressão da lei, desrespeitando o Estado Democrático de Direito, é dar aval para qualquer outra transgressão, inclusive que possa insurgir contra qualquer um de nós.

Por Leandro de Jesus

06 março, 2016

Prisão do Lula


É inegável a existência de indícios de tráfico de influência e de recebimento indevido de benefícios. Não é golpe nem perseguição ideológica. Lula deve, portanto, ser investigado, como qualquer do povo.

Não devemos, porém, pactuar com o desrespeito ao Estado Democrático de Direito e o abuso de autoridade, contra qualquer um, gostemos ou não do sujeito.

Desse modo, nada justifica a condução coercitiva a Lula. Serve mais ao espetáculo midiático do que à justiça. Da mesma forma, eu já tinha falado sobre a ilegalidade da prisão do Senador Delcídio, apesar do escândalo no qual se envolveu. 
 
Aos amigos e inimigos, apenas a lei. Do contrário, uma escapada aqui, outra ali, torna-se regra e passaremos a viver num Estado de exceção.
 
Por Leandro de Jesus
Foto: Elaine Patrícia Cruz/Agência Brasil

PS: Condução coercitiva nada mais é do que uma palavra tucanizada para prisão, restrição temporária de liberdade.

Clique e confira as promoções

Publ01