29 maio, 2014

#AoVivo: Democracia e Comunicação sem racismo

24 maio, 2014

Greve dos dissidentes

Preocupa o fato de duas das grandes greves recentes não terem sido organizadas pelos sindicatos mas por dissidentes das categorias. As greves dos rodoviários do Rio de Janeiro e de São Paulo foram dessa forma.

Que há pelegos de toda monta aparelhados em sindicatos ninguém duvida. Que eles sucumbem a acordos escusos com patrões ou governos também é de conhecimento público. 
Fernando Frazão/Agência Brasil
A ocorrência de greves não comandadas pelos sindicatos, porém, pode ser uma armadilha contra os direitos de trabalhadores em geral. A classe trabalhadora desorganizada é o elo mais frágil numa relação trabalhista. Isso é o que os patrões querem, além de reduzir direitos nas sempre reiteradas propostas de reformas da legislação.

Se os sindicatos deixam de ser os representantes oficiais ou legítimos, certamente quem perde é o trabalhador. Independente dos motivos e resultados, novas greves nesse formato podem abrir campanhas pela extinção de sindicatos e criação da flexibilização de acordos trabalhistas. 

A nós, trabalhadores, não interessa.

Por Leandro de Jesus

20 maio, 2014

Livro O Todo em Fragmentos será lançado em Poá no dia 24

O escritor Claudio Domingos Fernandes e a Associação Cultural Opereta convidam para a noite de autógrafos do lançamento do livro "O Todo em Fragmentos". O evento ocorrerá no próximo sábado, dia 24, na sede do Opereta, em Poá.

A entrada é gratuita e o livro será lançado a preço promocional de R$ 25. A Associação Opereta localiza-se na Rua Dr. Emílio Ribas, S/N, Vila Sopreter (próximo a sede da Telefônica). Mais informações podem ser obtidas no telefone 4638.2700.

I Encontro de Autores Regionais promete ser um marco no Alto Tietê

Evento será realizado ente os dias 29 e 31 de maio, no Teatro Contadores de Mentira (Avenida Major Pinheiro Froes, 530, Parque Maria Helena, em Suzano) e reunirá mais de cem autores, 200 títulos em exposição e atrações para diversos públicos

A menos de 15 dias para o 1o Encontro de Autores Regionais, os escritores que compõem a Associação
Cultural Literatura no Brasil, responsável pela iniciativa, correm com os últimos preparativos para fazer do evento um marco na área cultural do Alto Tietê, a exemplo do que ocorreu com o 1o Salão Internacional do Livro de Suzano.

Com início programado para o dia 29 de maio, o 1o Encontro de Autores Regionais será realizado até o dia 31 deste mês, no Teatro Contadores de Mentira (Avenida Major Pinheiro Froes, 530, Parque Maria Helena, em Suzano), com mais de cem autores reunidos em três dias de evento, 200 títulos em exposição e atrações para diversos públicos.

“Uma das premissas da iniciativa é construir um canal de diálogo permanente com os escritores da região com o intuito de fortalecer as atividades culturais planejadas, em especial as da área da literatura, e fomentar novas ações que contribuam para divulgar a produção cultural do Alto Tietê”, explica o escritor suzanense e organizador-geral do Encontro, Ademiro Alves, o Sacolinha.

Além do espaço destinado para os escritores, que poderão expor, comercializar suas obras e ainda participar de palestras específicas, discussões temáticas e outras atividades voltadas ao fomento da produção artística, o público em geral terá acesso a uma série de atrações ao longo dos três dias do evento (confira a programação abaixo).

Para as crianças, um dos destaques é a sessão de contação de histórias “O Morcego e o Vaga-lume”, fábula de autoria de Carla Pozo que propõe uma reflexão sobre a importância e a força da união, amizade e o respeito às diferenças.

Quem aprecia os trabalhos artesanais terá à disposição uma série de peças feitas em pintura em tecido, patchwork, pedraria, arte em madeira e outras técnicas confeccionadas por artesãos de Suzano e região e que serão comercializadas na Feira do Artesanato .

Outro destaque será o Brechó Artístico “Contadores de Mentira”, em que estarão à venda diversos figurinos, roupas e tranqueiras que pertenceram à troupe de teatro. E por falar em “tranqueiras” ou produtos que não tem mais utilidade para uma determinada pessoa, a Feira do Escambo dará ao visitante a oportunidade de trocar produtos culturais novos ou usados, como livros, gibis, HQs, CDs, vinil, filmes, artesanato, telas, convites e entradas para cinema, teatro, dança, entre outros.

Os amantes da sétima arte contarão com uma vasta programação de curtas-metragens produzidos na região. Exibições teatrais e apresentações de cultura popular também integram a programação do Encontro. Entre eles, estão as apresentações de Maracatu do grupo mogiano “Os Suburbaque” e a apresentação de capoeira do Mestre Quim, que terá início com palestra, puxada de rede e roda de demonstração. 

A cada dia, uma atração musical encerrará a programação, sempre a partir das 21 horas. A primeira delas será o show musical Iago Luna. No segundo dia de atividades, a animação ficará por conta do Baile Brega – Bailão do Carlão, com hits de cantores que marcaram época, como Waldick Soriano, Evaldo Braga, Cauby Peixoto, Reginaldo Rossi, Amado Batista e Sidney Maggal. Para essa atração, os ingressos serão comercializados a R$ 10 e o público poderá se vestir à caráter, com figurinos que misturam estampas, cores fortes e adereços.

O encerramento ficará por conta de Adriana Guedes, que interpretará um repertório composto por músicas autorais e cover’s da MPB, como O Rappa, Cássia Eller, Ana Carolina, Zeca Baleiro, Nando Reis, Seu Jorge, Tim Maia, entre outros.

Acompanhe a programação completa e mais informações em http://www.literaturanobrasil.blogspot.com.br/

Parceria

O 1o Encontro de Autores Regionais conta com o apoio da Associação de Cultura e Cidadania Contadores de Mentira, empresa de projetos literários Vasto Mundo, Associação Paulista de Esporte, Cultura e Cidadania (APECC), Rede DS de Comunicação, The British Academy, Organização Não-Governamental (ONG) Ação Educativa e das prefeituras de Guarulhos e Mogi das Cruzes.

Por Gisleine Zarbietti

03 maio, 2014

Justiça devolve mandato de Testinha. Resta saber até quando.

O Prefeito de Poá, Testinha (SDD), reassumiu o mandato nesta sexta-feira, dia 03. Uma liminar obtida no plantão judiciário teria suspendido a decisão da Câmara Municipal de afastá-lo durante 90 dias. O afastamento foi determinado pelo Legislativo, no dia 29, para que os trabalhos de uma Comissão Processante sejam elaborados sem interferência do chefe do executivo. 
Foto: Maikon Bispo
A matéria da assessoria de imprensa da Prefeitura informou o retorno mas omite a decisão liminar. O chefe do executivo, inclusive, no mesmo dia entregou veículos para departamentos da administração. O vice-prefeito, Marcos Borges (PPS), não participou da cerimônia.

O racha entre o vice e prefeito ficou explícito. Borges, na manhã do mesmo dia, já havia assinado a exoneração de dois secretários e uma diretora, todos da alta confiança do Prefeito Testinha: Romualdo Cunha, da Administração, Geraldo de Oliveira, do Governo, e Marlene Santana, Diretora de Assuntos Jurídicos.

A decisão da Câmara, apesar de ser moralmente questionável, conforme opinião do Blog de Poá, é legal, de acordo com o artigo 45 da Lei Orgânica Municipal. Diante disso, a decisão liminar poderá ser cassada e o Prefeito ser novamente afastado. O Presidente da Câmara, Marquinhos Indaiá (PDT), já afirmou à imprensa que irá interpor recurso contra a decisão desta sexta-feira.

Certamente vai ser mais um novela se arrastando pelos tribunais mas dessa vez o enredo conta com políticos amigos e da base que mudaram de lado e se uniram à oposição durante as férias do prefeito.

Por Leandro de Jesus

01 maio, 2014

Opinião: Afastamento do Prefeito Testinha

Foi surpreendente a decisão da Câmara Municipal de Poá. Afastar um prefeito do exercício do mandato deve ser uma decisão pautada absolutamente sob aspectos técnicos. A intervenção institucional, a ruptura do exercício do poder, legado democraticamente pelo voto, não deve ser de forma alguma banalizada. A decisão dos vereadores ocorreu dessa forma, entendo.

Não faltaram motivos ao longo dos anos para gerar um afastamento anterior ou mesmo para que o prefeito perdesse a reeleição. A construção do piscinão, que beira os R$ 50 milhões, está largada. No sexto ano dos mandatos é que deverão ser finalizados os primeiros imóveis do programa de habitação, embora 15 mil famílias esperam ansiosamente desde 2009. A Praça da Juventude teve lançamento da pedra fundamental duas vezes e não foi construída, ainda. Crimes ambientais, falta de segurança, contas rejeitada pelo Tribunal de Contas, e muito mais são motivos relevantes para uma intervenção mais séria, além dos processos judiciais a que o prefeito responde. Inclusive, em 2012, uma Comissão de Inquérito formada por Mário Sumirê e os ex-vereadores Augusto de Jesus e Júnior da Locadora, para verificar irregularidades apontadas pela CGU, foi devidamente esquecida num limbo qualquer.

Embora haja algum lampejo de boas obras, o mandato de Testinha no todo é medíocre, sem planejamento estratégico, sem norte, organização, resultando numa administração pública amadora. Mas, democraticamente, foi reeleito sem margem a contestações.

Isso posto, é preciso afirmar que é temerário afastar um político com a intenção de que ele não atrapalhe as investigações quando o objetivo principal é apenas analisar papéis. Vai ser averiguado se ele tinha ou não o direito de aprovar o reajuste da Taxa Municipal de Lixo. Que influência teria a ponto de atrapalhar tal investigação? Nenhuma.

Como já disse, não faltaram motivos para afastá-lo ou até mesmo cassá-lo. Certamente, não há motivo concreto algum para afastá-lo diante das atuais acusações. Isso é banalizar o direito de fiscalizar e atacar os direitos constitucionalmente garantidos do exercício de mandatos.

Por Leandro de Jesus

Clique e confira as promoções

Publ01