Ferraz promove atividades do Dia da Consciência Negra

.
Diversas atividades relacionadas à cultura afro-brasileira prometem marcar o Dia da Consciência Negra em Ferraz de Vasconcelos. De responsabilidade da Secretaria Municipal de Cultura, a programação poderá ser conferida no dia 20 de novembro (quarta-feira). Exposições, palestras e shows musicais, com direito à participação de artistas locais e de São Paulo, estão previstas no cronograma oficial da municipalidade. As ações serão abrigadas, entre 14 e 22 horas, na rua Engenheiro Jorge Allen, ao lado do Centro Cultural (praça dos Trabalhadores, s/nº, centro).
Foto: Wil de Oliver
Em homenagem ao Dia da Consciência Negra e em respeito à história dos afro-descendentes e à influência, sobretudo, cultural, que este público exerce em Ferraz, o prefeito Acir Filló decretou o dia 20 de novembro feriado na cidade. Desta forma, não haverá expediente no Poder Executivo, apesar de os serviços essenciais não sofrerem interrupção. Na data, atividades serão desenvolvidas na malha central do município para lembrar a morte Zumbi dos Palmares, que ficou conhecido em todo mundo por lutar por uma sociedade igualitária e por fundar o Quilombo dos Palmares, símbolo da resistência à escravatura.

A programação da Prefeitura de Ferraz alusiva ao Dia da Consciência Negra terá início às 14 horas, com a apresentação de artistas locais, como o grupo de rap Ducke Zero e o de samba Raízes do Samba. Bandas de samba-rock e especializadas em afro-pentecostal de São Paulo também estão confirmadas para as atividades de quarta-feira.

Segundo o bacharel em Direito Clóvis Caetano, coordenador da Secretaria Municipal de Cultura, está prevista, ainda, uma palestra de Evaristo dos Santos, um dos estudiosos do Movimento Quilombola e da Organização Não Governamental (ONG) "Anemia Falciforme". Na oportunidade, o especialista vai falar sobre o movimento afrodescendente no Brasil e compartilhará dicas que contribuem para a redução da mortalidade por anemia falciforme - doença genética e hereditária, predominante em negros, que causa dores, fadiga, palidez, atraso no crescimento, cálculos bilares, feridas e infecções, além de problemas neurológicos, cardiovasculares, pulmonares e renais.

Por fim, os alunos da Escola Integral e Formação Pedagógica (Ediforp) I vão expor desenhos e artesanatos referentes à festiva data.

Texto: SECOM Ferraz 

0 comentários:

Publ01