30 maio, 2013

Reflexão sobre o tráfico, a periferia e o Poder

Por Eduardo Lyra*

Desde o início da semana, tenho visitado centenas de adolescentes entre 11 e 14 anos de escolas da periferia. Estou desenrolando um papo responsa com eles. Nas conversas, 40% dizem que já lhe ofereceram drogas, geralmente maconha ou cocaína. Quando pergunto quem foi que ofereceu, as respostas são horríveis: 

A) Traficante do bairro (detalhe, traficante ou avião de 12 a 15 anos) 
B) Meu amigo de escola. 
C) Meu irmão
D) Meu padrasto. 
E) Meu pai. 

Mas isso não é tudo. Encontrei um menino morador de favela cheio de talento, que já foi convidado para executar um roubo grande. Ele disse: “Me convidaram pra fazer uma fita que ia dar muito dinheiro, mas eu recusei”. 

No fim, pedi para mais de duzentos alunos falarem, um por um, a seguinte frase no microfone: “Eu prometo que nunca vou usar droga e nunca vou desistir dos meus sonhos”. Queria muito gerar um comprometimento com eles. 

Um garoto me chamou muita atenção, pois ele disse: “Edu, não vou prometer isso, cara. Primeiro porque não tenho sonhos. E segundo, porque eu quero usar drogas. Não vou prometer o que não posso cumprir”. 

Tanto eu como professores fomos ao choro. É uma criança, que ainda tem marca de urina na cueca, sonhando em ser traficante. 

É triste como o tráfico chega à vida de tantos adolescentes, muitos antes que qualquer oportunidade de crescimento. E chega para gerar destruição, morte, revolta e miséria. Enquanto isso, o Brasil assiste passivamente um conglomerado de quadrilhas alojadas na Câmara e no Senado que estão “cagando” para a classe pobre, para os jovens brasileiros, que não tem acesso à cultura e à oportunidades reais. 

É gente que discute desigualdade social na teoria mas nunca coloram o pé numa favela, nunca foram ver de perto a seca do Nordeste. É gente pequena, que tem pavor de pobre e trabalha pelo beneficio próprio.

O tráfico avança e coloca nossas crianças como escravas. E enquanto isso, uma elite brasileira brega, montada no dinheiro, assiste o pior acontecer com um discurso mentiroso de que o Brasil é o país do presente, das grandes oportunidades. Oportunidade??? Mas em plena era da globalização tem família que divide para seis pessoas uma única escova de dente. 

Não consigo entender porque as pessoas que realmente poderiam mudar este país estão presas no seu mundinho pequeno, de egoísmo, de preconceito. Toda vez que eu vejo um moleque ferrado na periferia, visitando o pai na cadeia, sendo vítima do sistema, eu penso que poderia ser eu! Aliás, era eu há pouco tempo atrás.

Faça algo. Mova-se. Deixe um mundo melhor para seus filhos. Miséria, daqui uns vinte anos, deveria ser encontrada apenas no museu! E preconceito, só no dicionário! 

E Amor, Generosidade, Comprometimento, Parceria, no dia a dia das pessoas!

*Jornalista e palestrante, é autor de Jovens Falcões.

Nota: Em pleno calor da discussão sobre a redução da maioridade penal, esse é um ótimo relato sobre a realidades das periferias. Não se pode culpabilizar somente os jovens quando o Estado não lhes dá oportunidades. Como pedir para eles sonharem se sequer eles tem o direito de sonhar,

29 maio, 2013

Encontro nacional de blogueiros e ativistas da saúde

Já estão abertas as inscrições para o I Encontro de Blogueiros e Ativistas em Redes Sociais de Saúde. O evento será realizado na Câmara Municipal de São Paulo no próximo dia 8 de junho e deve reunir especialistas e militantes da área.

O "Encontro de Blogueiros é um projeto do Blog ArtriteReumatoide, que através do Grupo EncontrAR idealizou o encontro nacional direcionado aos blogueiros e ativistas em redes sociais, que falam de saúde ou da convivência com a doença que os motivou a escrever o blog e a entrar no movimento.

O projeto visa estabelecer um encontro presencial anual, que deve ocorrer no mês de Junho de todos os anos. O evento tem ainda por objetivo ser um marco inicial para a união e fortalecimento dos blogueiros e ativistas em redes sociais que abordam o tema “saúde”, incentivando a democratização da informação, evidenciando a importância desses formadores de opinião como agentes de transformação social.

Acompanhe AQUI lista com palestrantes já confirmados ou veja AQUI a programação completa.

O encontro acontecerá em um único dia com programação das 08J às 17h.  Serão ministrada palestras socioeducativas com foco na informação de qualidade para promoção de melhores cuidados em saúde, incentivando a melhor qualidade de vida. 

As inscrições podem ser efetuadas clicando AQUI

Partidos têm de respeitar prazo para concorrer em 2014

O primeiro prazo que partidos políticos e candidatos devem respeitar pelo calendário das Eleições 2014 termina em 5 de outubro de 2013. Até esta data, ou seja, um ano antes do pleito, todos os partidos que desejarem participar das eleições devem ter obtido o registro de seus estatutos no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Também os futuros candidatos de 2014 devem ter domicílio eleitoral na jurisdição onde pretendem concorrer e estar com a filiação aprovada pelo partido um ano antes do pleito. O calendário foi aprovado pelo Plenário do TSE na sessão da última terça-feira (21).

As Eleições 2014 ocorrerão no dia 5 de outubro, em primeiro turno, e no dia 26 de outubro, nos casos de segundo turno. No ano que vem, os eleitores elegerão o presidente da República, governadores dos Estados, senadores (renovação de um terço do Senado), deputados federais e deputados estaduais e distritais.


Registro de partido


Para registrar um partido em fase de formação, é preciso cumprir diversos requisitos estabelecidos na Lei dos Partidos Políticos (Lei nº 9.096/1995). Entre outras exigências, deve ser fundado, em reunião, por pelo menos 101 eleitores, com domicílio eleitoral em, no mínimo, um terço dos Estados. É preciso, então, elaborar o programa e o estatuto do partido, a ser publicado no Diário Oficial da União (DOU).

Após a publicação no DOU, o partido em criação faz o seu registro no Cartório de Registro Civil das Pessoas Jurídicas da Capital Federal, momento em que a sigla obtém personalidade jurídica.

O próximo passo é conseguir o apoiamento mínimo de assinaturas de eleitores para a criação do partido. Esse apoio corresponde a meio por cento (0,5%) dos votos válidos dados na última eleição geral para a Câmara dos Deputados e deverá estar distribuído em pelo menos nove Estados. Além disso, em cada unidade da Federação, esse apoio precisa alcançar no mínimo um décimo (0,1%) do eleitorado.

Somente pode disputar eleição o partido que obtiver o registro de seu estatuto no Tribunal Superior Eleitoral.


Filiação partidária


Com a filiação partidária, o eleitor aceita, adota o programa e passa a participar de um partido político. Esse vínculo que se estabelece entre o cidadão e o partido é condição de elegibilidade, conforme dispõe o parágrafo 1º do inciso V do artigo 14 da Constituição Federal. Já pelo artigo 16 da Lei dos Partidos Políticos, só pode se filiar a partido o eleitor que estiver no pleno gozo de seus direitos políticos.

Para concorrer a cargo eletivo, o eleitor deve estar filiado ao partido pelo menos um ano antes da data fixada para o pleito, segundo estabelece o artigo 18 da lei. Essa é apenas uma das condições de elegibilidade solicitadas ao postulante a candidato. É facultado ao partido estabelecer, em seu estatuto, prazos de filiação superiores aos previstos na lei.

Texto: TSE

27 maio, 2013

TSE permite fraude eleitoral e abre brecha para fichas sujas

Julgamento sobre Paulínia aprova manobra para eleger filho de político condenado. TSE abre brecha para fichas sujas

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu no último dia 23 que o ex-prefeito de Paulínia (SP) Edson Moura (PMDB) agiu dentro da lei ao manobrar para eleger em seu lugar Edson Moura Júnior (PMDB), seu filho, na disputa municipal do ano passado (2012).

Condenado duas vezes pelo Tribunal de Justiça de São Paulo por improbidade administrativa, o ficha suja Edson Moura conseguiu disputar a eleição por força de uma decisão liminar (provisória) a seu favor.

Fez campanha até a véspera da eleição. Renunciou às 18h11 do sábado, 6 de outubro de 2012, a pouco mais de 12 horas da abertura das urnas. Em seguida, o PMDB registrou como candidato o filho de Moura, Edson Moura Júnior – que venceu o pleito.

O sistema de urnas eletrônicas e a Lei Eleitoral no Brasil impedem que os dados do candidato sejam substituídos depois de uma determinada data. Nesse caso, as urnas mostram no dia da eleição o número, o nome e foto de um candidato que renunciou à disputa. Os eleitores votam nesse político, mas elegem outro que foi colocado no lugar pelo mesmo partido.

O segundo colocado da eleição em Paulínia, José Pavan Junior (PSB), reclamou na Justiça. Argumentou que Edson Moura sabia que não podia concorrer (a Lei da Ficha Limpa impede políticos condenados por um colegiado de juízes de disputar eleições).

A Justiça Eleitoral de São Paulo decidiu que Moura não poderia ter concorrido. O juiz Ricardo Augusto Ramos afirmou que tanto pai quanto filho tiveram “conduta totalmente abusiva” e deu posse ao segundo colocado.

Agora, com a decisão do TSE, Pavan perde a cadeira e deve assumir a prefeitura Edson Moura Júnior, filho do pai que era ficha suja e fez toda a campanha em 2012.

Mas o efeito é mais amplo. Está escancarada uma brecha legal para políticos fichas sujas em todo o país disputarem a eleição. Podem ficar até a véspera do pleito (se conseguirem uma liminar com algum juiz local, o que não é muito difícil). Em seguida, renunciam e entra no lugar o substituto – muitas vezes alguém da família.

O caso de Paulínia servirá de parâmetro para vários outros que serão ainda julgados pelo TSE. Apenas no Estado de São Paulo, outras 5 cidades assistiram à manobra de trocar o candidato na véspera do pleito, segundo levantamento do site Congresso em Foco.

Em Nova Independência, Valdemir Joanini (PSDB), desistiu da disputa e colocou sua mulher, Neuza Joanini, no lugar, que se elegeu. Em Macedônia, Moacyr Marsola (PTB), também abdicou da candidatura e sua mulher, Lene Marsola, foi eleita em seu lugar. Em Valentim Gentil, Liberato Caldeira (PP) desistiu da disputa e colocou sua mulher, Rosa Caldeira, também eleita. Em Viradouro, José Lopes Fernandes (PTB) abdicou da candidatura e seu filho, Maicon Lopes, foi eleito em seu lugar. Por fim, em Álvares Machado, Juliano Garcia (PT) deixou a disputa e, em seu lugar, Horácio Fernandes se elegeu.

Nesta 5ª feira, no julgamento do TSE, votaram a favor da brecha legal para políticos fichas sujas os ministros Nancy Andrighi, Marco Aurélio Mello, Laurita Vaz, José Antônio Dias Toffoli e Cármen Lúcia. Votou contra a ministra Luciana Lóssio.

(Com reportagem de Bruno Lupion) Direto de Amarribo

Lei de Acesso à Informação completa 1 ano em vigor

Seminário de comemoração de um ano da LAI contou com dois painéis de debates. Evento reuniu mais de 500 participantes na última quinta-feira (16), em Brasília.

A Controladoria-Geral da União (CGU) realizou, na tarde da última quinta-feira (16/05), como parte do “Seminário de 1 ano da Lei de Acesso à Informação”, um painel sobre a visão da sociedade civil acerca dos avanços da LAI e os desafios para o futuro. A mesa de debates foi composta por Fernando Rodrigues, jornalista do Grupo Folha/UOL; Caio Magri, secretário-executivo do Instituto Ethos; Daniela Bezerra, representante da organização Transparência Hacker; e teve como moderador o servidor Hamilton Cruz, diretor da Secretaria de Prevenção da Corrupção e Informações Estratégicas (SPCI).

Em sua palestra sobre o jornalismo e a LAI, Rodrigues destacou a importância da Lei para a democracia brasileira, mas apontou algumas dificuldades que a imprensa tem encontrado para obter acesso a informações públicas, principalmente no âmbito estadual e municipal. Entre as críticas, ele observou que, nessas instâncias de governo, há carência de estrutura técnica e operacional para receber os pedidos dos cidadãos e, até mesmo, ausência de canais para recorrer de eventuais negativas ou falta de atendimento. Fernando também cobrou do governo uma divulgação mais ampla da LAI. “Isso é importante para que ela não seja usada apenas por um nicho da sociedade, mas sim por cidadãos comuns, para a melhoria da gestão pública em suas localidades”, afirmou.

Já Magri, antes de analisar o uso da LAI pelas pessoas jurídicas, destacou que, com a criação da CGU, há 10 anos, e o advento da Lei de Acesso, o país deu passos significativos na criação de mecanismos de combate à corrupção e de controle social. Ele observou que, mais do que empresas, a Lei tem sido muito utilizada por movimentos sociais. No entanto, Caio observou que ainda há problemas no cumprimento dos prazos estabelecidos na legislação. Isso ocorre, segundo ele, porque alguns órgãos dão graus de importância diferentes, de acordo com o tipo de solicitante. O resultado é que organizações da sociedade civil têm sido acionadas para pedir informações em nome de cidadãos. “A Lei de Acesso não pode ser um instrumento de coerção, constrangimento ou ameaça a qualquer cidadão”, disse.

Na sua apresentação, Daniela Bezerra mostrou trabalhos desenvolvidos pela Transparência Hacker a partir de informações públicas. Ela destacou, porém, que, dos pedidos realizados via LAI para esse fim, ainda existe uma grande resistência dos órgãos em fornecer os dados em formato aberto. Daniela ressaltou que a Lei veio para ajudar a entender o que acontece dentro do poder público. “É uma mudança de paradigma. A partir do momento que a sociedade tem acesso à informação, não é mais uma questão só de governo, pois surge o questionamento de qual providência iremos tomar a partir da abertura daquele dado”, considerou. 

Por fim, na avaliação do representante da CGU, o painel foi muito positivo. “Conseguimos ter visões diferentes de grupos de ‘pressão’ importantes da sociedade”, disse Hamilton Cruz. Ele defendeu que alguns dos problemas apresentados pelos palestrantes já foram detectados pela Controladoria e que providências foram adotadas para corrigi-los, como, por exemplo, a criação do Programa Brasil Transparente, para auxiliar estados e municípios na implementação da LAI, e que prevê, entre várias ações, a promoção de campanhas de disseminação da Lei de Acesso junto à população. Para as outras críticas, Cruz lembrou que a CGU, como sempre o faz, irá manter diálogo permanente com todos os setores da sociedade, tais como os representados no painel de debates, a fim de buscar soluções conjuntas.

26 maio, 2013

Estão abertas as inscrições para a FATEC

Até dia 11 de junho os candidatos poderão se inscrever no vestibular de meio de ano da FATEC. Em Mogi das Cruzes, os cursos disponíveis são: Logística, Recursos Humanos, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Agronegócio. 

A prova será realizada no no dia 30/06. As inscrições podem ser feitas no site www.vestibularfatec.com.br e informações podem ser obtidas no telefone (11) 3471.4103 (Grande São Paulo) ou 0800.596.9696 (demais localidades).


Por Leandro de Jesus

Governo corta impostos mas Radial quer aumentar passagem

O governo federal editará Medida Provisória para zerar os tributos PIS e Confins para o setor de transporte coletivo urbano de todo o país. Na contramão desse movimento, a Radial, concessionária em Poá, que aumentou a tarifa de ônibus para R$ 3,10, já pensa em subir o valor novamente.

O ato da presidenta Dilma é uma das medidas do governo para combater a inflação. Da mesma forma, no setor de transportes, a prefeitura de São Paulo e o governo do Estado seguraram o reajuste de tarifas desde o início do ano

Em Poá, o prefeito Testinha autorizou a mudança de valor de R$ 2,80 para R$ 3,10 no último dia 11. A Radial, não satisfeita, conforme informou o jornal Diário do Alto Tietê, planeja novo reajuste para R$ 3,30 sem qualquer previsão de investimentos na frota.

Há questões importantes a serem lembradas. A área urbana do município é de apenas 14km2, o que torna assim uma das tarifas mais caras do país por quilometro rodado. Outro fato é a promessa do então candidato Testinha, em 2008, de reduzir a tarifa para R$ 1,70. Desde sua posse, nunca houve qualquer menção a redução, apenas reajustes.

De fato a empresa deve cobrir custos, inclusive para garantir reajustes salariais. O que espanta, no entanto, é o valor ser o mesmo de cidades maiores. Nesse assunto, não há transparência. As planilhas de custos nunca foram tornadas públicas. O Conselho Municipal de Transportes, cobrado pela oposição no primeiro mandato do prefeito, também nunca foi constituído.

Por fim, diferentemente de outras cidades, no entanto, a população de Poá aparentemente está satisfeita. Nenhuma reclamação além dos sussurros das redes sociais.

Por Leandro de Jesus

21 maio, 2013

Mapa da violência contra a blogosfera

Os blogs e as redes sociais são um fenômeno novo no Brasil, mas já estão incomodando os poderosos. Muitos blogueiros e ativistas digitais têm sofrido perseguições, violências e processos judiciais. Governantes, empresários e barões da velha mídia não toleram a verdadeira liberdade de expressão e querem calar a blogosfera. Não dá para ficar calado frente a estas ações autoritárias. 

Diante deste cenário preocupante, a organização não governamental Artigo 19 e o Centro de Estudos da Mídia Barão de Itararé firmaram uma parceria com o objetivo de levantar dados concretos sobre as violências em curso no país. Os dados serão coletados durante os meses de maio e junho e serão checados logo na sequência. 

Com base no resultado dos questionários, documentos serão encaminhados aos organismos nacionais e internacionais de defesa dos direitos humanos e da liberdade de expressão. Participe desta ação. Faça a sua denúncia. Quem cala consente!

18 maio, 2013

Inacabado, Estádio Nacional é inaugurado em Brasília

O Estádio Nacional de Brasilia - Mané Garricha foi inaugurado na manhã deste sábado (18). A presidenta Dilma deu o pontapé inicial e à tarde, no primeiro jogo da arena, o Brasiliense se consagrou campeão estadual. Imponente, belo e muito caro, o palco da abertura da Copas das Confederações não foi ainda concluído.

A EcoArena, como também é chamado o estádio, foi orçado em R$ 696,6 milhões mas custou aos cofres públicos aproximadamente R$ 1,2 bilhão. Com capacidade para 71 mil pessoas, e apesar da negativa do governo do Distrito Federal, é candidata a ser mais um elefante branco, da mesma forma que ocorreu em estádios da Africa, país da última copa. O primeiro  indício desse destino está no primeiro jogo da final do campeonato estadual, que ocorreu na semana passada. Menos de 2 mil pagantes no então jogo mais importante do ano no Distrito Federal (DF). O governo garante que a arena será palco de shows e eventos internacionais ao longo dos anos.
Alta resolução do telão

Esse jogo de abertura entre Brasiliense e Brasília serviu também para ser evento-teste da FIFA. Apesar de não apresentar grandes ocorrências, estava nítida a falta de obras complementares. Os arredores do estádio estavam ou em barro ou em granito. Faltavam pintura e acabamento em muitos setores do estádio. Apenas duas entradas foi o motivo de grandes filas na chegada dos torcedores para o jogo. Além disso, observou-se banheiros alagados, arquibancadas sem cadeiras instaladas e precária sinalização para o público.

O governo do DF montou uma estratégia de bloquear a principal via de acesso ao estádio e indicar bolsões de estacionamento para o público, além de orientar o uso do transporte público. Neste jogo, com um terço da capacidade do estádio preenchida, não houve dificuldades para usar as opções.

Houve queixas de falta de sinal de celular dentro do estádio. Clientes da Vivo tiveram muita dificuldade para fazer ligações ou usar internet em  smartphones  O governo federal havia prometido que turistas não teriam qualquer problema de telecomunicações durantes as competições internacionais.

Com arquibancadas vermelhas, cor do partido do governador (PT) e, apesar de muito bonito e moderno, o estádio que homenageia um improvisador, também esteve improvisado nesta abertura.

Veja AQUI vídeo com detalhes no novo estádio

O jogo

Com plateia formada majoritariamente por operários, familiares e convidados, num jogo de baixa qualidade técnica, o Brasiliense, que precisava apenas de um empate, venceu o Brasília por 3 a 0. Romarinho, filho do jogador Romário, marcou o terceiro gol do Jacaré, clube pelo qual também joga Baiano, ex-jogador de Santos e Palmeiras.

Brasiliense, que é de propriedade do ex-senador Luis Estevão, conquistou seu oitavo título estadual. O time ficou nacionalmente conhecido quando foi vice-campeão da Copa do Brasil em 2003, ao perder a decisão para o Corinthians.

Por Leandro de Jesus

12 maio, 2013

Inscrições para o ENEM começam na segunda, dia 13

Os candidatos a vagas na educação superior que pretendem participar da edição de 2013 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem fazer a inscrição, exclusivamente pela internet, a partir de segunda-feira, 13, às 10 horas. O período se estenderá até as 23h59min do dia 27 próximo, de acordo com o horário oficial de Brasília. O edital do exame foi publicado nesta quinta-feira, 9.

Para os candidatos não isentos, a taxa de inscrição, de R$ 35, deve ser paga até o dia 29. Estão isentos os concluintes do ensino médio em 2013, matriculados em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar da Educação Básica. Também não precisa pagar a taxa o participante com renda familiar per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio.

Provas — As provas serão aplicadas em outubro, no sábado, 26, e no domingo, 27, com início às 13 horas (de Brasília). Os portões de acesso aos locais de provas serão abertos às 12 horas e fechados às 13 horas, também de acordo com o horário de Brasília. Será proibida a entrada do participante que se apresentar após o fechamento dos portões.

O Enem, que avalia o desempenho escolar e acadêmico do estudante ao fim do ensino médio, é aplicado em todos os estados e no Distrito Federal. O resultado no exame permite ao candidato a participação no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece vagas em instituições públicas de educação superior.

Uma boa avaliação no Enem é também requisito para participação do estudante nos programas Universidade para Todos (ProUni) e Ciência sem Fronteiras e para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Estudantes maiores de 18 anos que ainda não obtiveram a certificação do ensino médio podem fazê-lo por meio do Enem.

O edital da edição de 2013 do Enem foi publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 9, seção 3, página 70 a 83.

As inscrições devem ser feitas a partir de segunda feira, 13, na página do exame na internet.

Fonte: MEC

06 maio, 2013

Câmara de Poá votará apoio a maior punição de menores

A Câmara Municipal de Poá votará nesta terça-feira, dia 07, moção de apoio ao Projeto de Lei que prevê maior punição a menores. O PL foi apresentado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) ao Congresso Nacional. Se aprovado, a Câmara reafirmará a falência da política educacional e de segurança e se aliará às ideias mais atrasadas no espectro político.

A proposta do governador prevê aumento de três para oito anos o tempo de reclusão para jovens que cometerem crimes graves. A aprovação de tal mudança é o primeiro passo para a redução da maioridade penal, também desejada pelo político tucano.

Ambas propostas, no entanto, refletem somente a incapacidade dos governantes na criação de políticas públicas decentes que possam criar oportunidades de educação, desenvolvimento, capacitação, qualificação, inclusão no mercado de trabalho e geração de renda aos jovens. Ao invés de se criar essas opções, optam pelo que é mais fácil e de apelo popular, especialmente num momento de comoção, como é o que se tem agora.

Um jovem que já foi cooptado pelo mundo do crime não tem medo sequer da morte, quanto mais temer sua prisão, mais cedo ou por maior tempo. É balela, demagogia, dizer que o aumento da punição ou redução da maioridade irá cooperar para redução da criminalidade. É ingenuidade ou má fé afirmar isso.

É preciso "cooptar" o jovem para o mundo da civilidade, para as escolas, para as universidades, para o emprego. É preciso colocar o Poder Público nos lugares em que ele abandonou e deixou ser construído um poder paralelo.

É preciso transformar as fundações casas da vida em centros para humanos, não depósitos de jovens que só permitem a cultivação da cultura de violência e da escola do crime.

É isso que nossos governantes não querem ver e nem se preocupar. Preferem, novamente, a via mais fácil. 

Certamente é muito dolorido ser acometido por violência juvenil. Mas é muito mais dolorido mantermos nosso jovens à exposição do mundo do crime, sem opções, sem alternativa.

Que os vereadores reflita, reafirmem seu compromisso com uma cidade de futuro e não apoiem tal projeto.

Por Leandro de Jesus

05 maio, 2013

Flisol Alto Tietê 2013 apresentou novidades

O Festival Latino-americano de Instalação de Software Livre (FLISOL) Alto Tietê, realizado no dia 27 de abril em Guarulhos, foi um sucesso. O evento apresentou novidades tecnológicas, reuniu muita gente e ampliou o debate sobre distribuição de softwares gratuitos.

Promovido pelo quinto ano consecutivo, o FLISOL se consolida como espaço de discussão e promoção da cultura de softwares livres e inclusão digital. Palestras, debates, mini-cursos e oficinas de instalação foram presenciadas por ao menos 200 pessoas.

A abertura do evento contou com a presença do prefeito Sebastião Almeida e o Deputado Estadual Alencar Santana (PT). Na sequência, o professor Sérgio Amadeu fez sua palestra e deixou um forte recado: programe ou seja programado". Com isso, Amadeu afirma a importância de se dar a devida importância ao compartilhamento de conhecimento digital bem como a promoção de condições para que haja produção de conteúdos nacionais livres.

Marcelo Saldanha, do Movimento Banda Larga, apresentou um experiência que tem propiciado a associações de moradores criarem seu próprio provedor comunitário de internet. Uma ação a baixo custo que possibilita levar o universo digital a muitos que hoje estão excluídos do serviço.

O Departamento de Informática e Tecnologia de Guarulhos apresentou uma novidade "caseira" e de baixo investimento: uma lousa digital feita pelo técnicos da prefeitura com software livre. O equipamento é aproximadamente 10 vezes mais barato que os de mercado.


O FLISOL foi realizado por militantes da Inclusão Digital e Software Livre e contou com apoio da Prefeitura Municipal de Guarulhos.


Palestra

Eu tive a oportunidade de compor mesa ao lado de Marcelo Saldanha, Beatriz Tibiriça, do Coletivo Digital, Jesulino Alves, do Movimento Software livre e Cultura Digital, Leandro Gramulha, da Prefeitura de Guarulhos, e do Vereador Rômulo Ornelas.

Foi uma mesa que mostrou diferentes pontos de vista do universo digital e na qual pude expor como um blogueiro pode atuar no cenário das cidades, denunciando, propondo, agitando ou articulando.

Em 2012, também participei. Veja como foi AQUI

Veja um dos debates abaixo ou outras mesas AQUI



Por Leandro de Jesus

Associação Opereta abre inscrições para Fanfarra

A Associação Cultural Opereta abre inscrições para a formação de sua primeira fanfarra. A idade mínima para participação é 12 anos.

O Opereta retoma agora uma atividade tradicional na cidade. O município por muitos anos foi representado em eventos nacionais pela fanfarra municipal ou pela FAMAF - Fanfarra da Escola Estadual Maria Aparecida Ferreira. 

As fanfarras servem como importante caminho para iniciação musical e artístisca de muitos jovens. Veja mais informações em www.acopereta.blogspot.com.br

Por Leandro de Jesus

01 maio, 2013

Concurso público: Veja edital e vagas disponíveis em Poá

Enfim, saiu o edital do esperado concurso público de Poá

A Prefeitura Municipal de Poá abre concurso para preenchimento de 211 vagas em diversas áreas da administração. O concurso será organizado pela Fundação Vunesp e as inscrições estarão abertas de 13 de maio a 14 de junho. Os salários variam de R$ 859,71 a R$ 4.027,83.

As funções disponíveis são: Coveiro, Auxiliar de Consultório Dentário, Auxiliar de Enfermagem, Motorista, Inspetor de alunos, Técnico de Higiene Dental, Agente de Combate de Vetores, Assistente Social, Cirurgião Dentista, Enfermeiro, Fisioterapeuta, Médico, Professor de Educação Básica I e II e Psicólogo.

A função com maior quantidade de vagas é a de Professor de Ensino Fundamental, com 35 oportunidades. 

As inscrições deverão ser feitas exclusivamente em www.vunesp.com.br. As provas serão realizadas no município em 04 e 08 de agosto.


Acompanhe os valores da taxa de inscrição:  
  
Escolaridade                                                            Valor da Inscrição (R$)
- Ensino Fundamental incompleto e completo                  35,00
- Ensino Médio completo                                                45,00
- Ensino Superior para funções de Professor                   50,00
- Ensino Superior para as demais funções                       75,00

Leia AQUI o edital completo.

Carreira 

Há muito tempo se exige concurso público por parte da administração municipal. O executivo da cidade tem sido corroído pela prática excessiva de contratação de servidores comissionados (sem seleção pública). No fim de 2012, havia quase 500 pessoas nesta situação, conforme foi publicado no Blog de Poá. Nesse cenário, corre investigação no Ministério Público por prática de desvio de função e profissionais sem qualificação na administração. 

Os novos servidores, no entanto, não terão vida tão fácil. Após quatro anos, a administração de Testinha não conseguiu elaborar o Plano de Carreira e nem cumprir a legislação de manter todos os servidores num mesmo regime trabalhista. Hoje há estatutários e celetistas. A remuneração também é muito questionada. A falta de perspectiva ocasionou a recente greve dos servidores da saúde. Veja aqui.

Contudo, a oportunidade é boa para quem quer ter estabilidade e cumprir um relevante papel prestando serviço público. Os concursos estão em alta em todo o país e a concorrência certamente será alta. Então, bons estudos.

Por Leandro de Jesus

Publ01