POÁ TEM 5 TELECENTROS FECHADOS

.
A ONU (Organização das Nações Unidas ) já declarou que o acesso a internet é um direito humano. No entanto, muito ainda falta para uma verdadeira inclusão digital por meio de equipamentos públicos. Levantamento realizado pelo Blog de Poá mostra que dos seis telecentros instalados em Poá apenas um está em funcionamento. Os dados foram obtidos com base na Lei de Acesso a Informações Públicas.
Foto: Fernando Araujo/PMP
Telecentro Vila Jaú
Em 2011, no 3º Encontro Técnico Tecnologia Cidadã, em Guarulhos, a diretora da organização não governamental Coletivo Digital, Beá Tibiriçá, disse que os telecentros são importantes centros de mobilização. “É preciso ter um olhar apurado para os telecentros que funcionam como microrredes de solidariedade e compartilhamento de informação e conhecimento”, afirmou.

Já o professor da Universidade Cidade de São Paulo, Rodolfo Avelino, que integra o Coletivo Digital e é membro da organização do Congresso Internacional de Software Livre (Conisli), destacou o papel dos agentes de inclusão digital - os monitores dos telecentros - de disseminar a tecnologia não apenas para o entretenimento mas para a mobilização social e em benefício da comunidade.

Apesar dos benefícios, as atividades não tem sido realizadas em Poá. De acordo com a Prefeitura, os equipamentos instalados na Cidade Kemel, Jardim Nova Poá e Vila Jaú ainda aguardam a "disponibilização de instalação de sistema integrado de internet – GESAC", fornecido pelo Governo Federal. 

O telecentro da Casa do Adolescente e da Vila Santa Maria já estão prontos mas não podem ser utilizados porque ainda não foram inaugurados pela administração municipal. O único em funcionamento é o instalado no NAP. Desses equipamentos públicos, apenas dois foram construídos pela municipalidade, o do Jardim Nova Poá e o da Vila Jaú.

Parceria com governo federal

Os telecentros eram para ser inaugurados em 2012, conforme divulgou a prefeitura e, inclusive, os monitores foram selecionados para participar do programa. Questionado, o Ministério da Justiça não respondeu ao Blog de Poá.

Os telecentros da administração pública devem ser concebidos como locais de inclusão digital e cidadania para todas as idades (terceira idade, adolescentes e adultos), onde o serviço público é também voltado para a capacitação educacional e profissional. O local pode tanto abrigar cursos de informática como ser um espaço no qual os cidadãos podem se aproximar de gestão pública, virtualmente ou não, questionando, opinando e sugerindo.


Veja o endereço dos equipamentos públicos:

1- Vila SantaMaria – Rua Lorena, 400 – Vila Amélia

2-Cidade Kemel – Terminal Rodoviário Pedro Fava – Kemel

3- Núcleode Apoio à População (NAP) – Rua 26 de Março – Centro

4- Casado Adolescente – Rua Francisco Romero Ramos, 174 – Jd. Medina

5- VilaJau – Rua Jerônimo Maziero – Vila Jau

6- Jd. NovaPoá – Rua Sebastião de Almeida, 100 – Jd. Nova Poá


Por Leandro de Jesus
com PMP/Guarulhos

0 comentários:

Publ01