JUIZ DIZ QUE TESTINHA FEZ PROMOÇÃO PESSOAL

.
Em acórdão, juízes declararam que 
prefeito se promoveu com recursos públicos

Os desembargadores do Tribunal de Justiça afirmaram que o prefeito Testinha (PDT) fez promoção pessoal com recursos públicos e causou dano ao erário público. A posição dos três juízes foi divulgada no acórdão com o conteúdo do julgamento do Caso Laranja, no qual o chefe do executivo foi condenado no último dia 3 à perda do mandato e dos direitos políticos.

De acordo com o relator do processo, Desembargador Franco Cocuzza, o ato infringiu princípios constitucionais. "O Prefeito do Município de Poá ao instituir de forma indiscriminada a cor laranja (cor utilizada em sua campanha partidária promocional) como a cor padrão em inúmeras situações, incorreu em promoção pessoal, fazendo tábula rasa dos princípios da moralidade pública, da impessoalidade, em total afronta ao disposto no art. 37 e seus §§ da Constituição Federal."

Veja texto completo publicado no Blog de uns Poaenses 

3 comentários:

povo disse...

Quem pagou a globo? Para exibir matéria no fantástico e porque isto nos gostaríamos de saber Sr blogueiro...

Murray disse...

Nossa, as cidades do comandadas pelo PT sempre avermelham...como Suzano, e ai? Impressionante... Onde está a democracia...?

Simplismente_Ana disse...

conspiração, eles estavam esperando um deslize, o Testinha é o melhor, sem sombra de duvida, como não conseguem se igualar, tentam destruí-lo.

Clique e confira as promoções

Publ01