AVALIAÇÃO DAS ELEIÇÕES EM POÁ

.
Chegou ao fim mais um processo eleitoral. Uma vez mais a população depositou confiança no Prefeito Testinha (PDT) e renovou parcialmente a Câmara. O período, no entanto, foi marcado pela escassez de propostas concretas para o desenvolvimento do município, pela falta de debates e pela eleição de alguns parlamentares que se asseguram no assistencialismo barato.

Além disso, é incrível como as entidades do município se abstêm de participar do processo eleitoral. Momento no qual deveriam ferver as discussões, embates, projetos, propostas e promessas, raro foi ver isso acontecer. Salvo uma ou outra instituição que se atreveu a contribuir, a prática foi o silêncio das associações e organizações, sejam elas profissionais, culturais, não-governamentais ou de classe.

A chamada festa da democracia, ao invés de ser um amplo espaço de discussão da cidade, foi, mais uma vez, palco de uma disputa desleal no qual os detentores de capital competem muitos passos à frente. 

Nem tudo está perdido, no entanto. Algumas campanhas milionárias de forasteiros, gente que só visita a cidade neste período eleitoral, sofreram enormes derrotas. Nem tudo o povo aceita. Que aprendam a lição.

Enfim, a expressiva vitória de Testinha indica a falta de ação da oposição nos últimos anos. Se quiserem vencer em 2016, o trabalho tem que começar desde já.

Testinha

Tudo indica que o atual prefeito terá um caminho mais tranquilo. A Câmara será quase toda formada pela base aliada.  Há muito a ser feito, porém. 

Na região, o município é um dos poucos que não implantou o Minha Casa Minha Vida para as famílias mais carentes. Muitos moradores continuam em áreas de risco.

A mobilidade urbana certamente é uma preocupação do presente mas nada na prática tem sido feito. O trânsito na região central, em alguns momentos, beira o caos. As vias não comportam a quantidade de veículos. Com a chegada do Rodoanel, a expectativa é de piorar. Estudos já foram feitos pela prefeitura mas obra que é bom ainda não houve. O transporte público, que seria uma alternativa, é um dos mais caros do Brasil.

Enfim, não falta serviço para ser executado nessas áreas, na saúde ou segurança. Estaremos cobrando, como sempre.

Câmara

Novas figuras irão compor a Câmara Municipal. A expectativa recai sobre Gian Lopes (PR), recordista de votos para o legislativo, e os novatos na política Madruga (PSL) e Diogo Pernoca (PRTB). 

Ao contrário do que houve nessa legislatura, espera-se que cumpram o mínimo de seu papel. Investigar e condenar o que houver de errado e absolver quando não houver irregularidades.

Por Leandro de Jesus

2 comentários:

Murilo Gonçalves disse...

Boa Tarde, Amigo Leandro! Creio que poderias ter feito uma análise mais "quente". Sempre acompanho teu Blog. Faltou citar a Passeata de Protesto de 10/10/12, supra-partidário. Alguns partidos foram convidados e não quiseram participar. Foi entregue um Recurso no Cartório Eleitoral. Houve muita irregularidade, principalmente na "Boca de Urna". E o "Diário de Suzano" noticiou que a Juíza pedirá licença por "algum tempo" (Edição de 12.10.12). Permita-me discordar da sua avaliação, em alguns pontos. Noutros, estás correto. Fica este comentário a título de colaboração. Meu blog não tem o prestígio do teu, mas, fiz várias postagens sobre Poá e Testinha. Algumas até tendo como Fonte o teu blog.
Meu blog é o modesto "Balaio de Notícias". E fui excluído do "Poá no Caminho Certo" e do "Poá com Acento". Abrtaços, Murilo

Leandro de Jesus disse...

Murilo, obrigado pelo comentário. Procuro escrever sobre fatos. O referido protesto é um não-fato. Não vejo qualquer elemento suficiente para dizer que a eleição foi fraudada, de modo a cancelá-la.... Continue escrevendo, sempre visito seu blog também....abraço

Publ01