CONVENÇÃO DO PSOL POÁ APROVA MILTON BUENO COMO CANDIDATO

.

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) de Poá aprovou por unanimidade a candidatura do Professor Milton Bueno a prefeito nas eleições de outubro. A Convenção, que também homologou os candidatos a vereador, ocorreu no último domingo, dia 17, e reuniu 100 pessoas entre militantes e simpatizantes.

A candidatura de Milton Bueno é a primeira a ser oficializada em Poá e demonstra a unidade do PSOL em torno de seu nome. De acordo com o candidato, o partido deve apresentar um novo modelo de administração. “O PSOL chega às eleições de 2012 forte e unido e essa característica nos dá força para garantir a construção do projeto de um novo modelo de governo, aquilo que nos chamamos de ‘Radicalização da Democracia’”.

O Programa de Governo do PSOL, que está sendo construído através de seminários abertos ao público, é elaborado com as premissas de que a gestão da cidade deve ser mais participativa. Para Carlos Datovo, Presidente do Diretório Municipal, a gestão pública tem de ter participação mais ativa da população. “Não é possível continuarmos com uma falsa democracia, teremos assembléias e conselhos autônomos”, garantiu o líder da sigla.

O PSOL já havia lançado a pré-candidatura de Milton Bueno em novembro de 2011. Agora, o evento serviu apenas para oficializar legalmente a candidatura. Acompanharam a convenção membros do Diretório Estadual e militantes do PCB (Partido Comunista do Brasil), que deverá apoiar os candidatos do PSOL na cidade.

Além da homologação de lançamento de chapa pura, tanto no majoritário quanto no proporcional, o partido também aprovou de forma unânime a candidatura a vice-prefeito da Professora Débora Adão. “Nossa candidatura representa o movimento social e as mulheres na disputa pela nossa cidade”, lembrou a candidata.

Candidatos

Milton Bueno é professor da rede pública estadual há 30 anos. Foi vereador na cidade durante três mandatos consecutivos e ingressou no PSOL por entender que hoje este é o único partido na cidade a acreditara luta dos trabalhadores, na esquerda e na construção de uma cidade mais justa, com menos desigualdade. Foi candidato a prefeito em 2004 e quase venceu o pleito, obtendo mais de 10 mil votos.

Débora Adão é professora da rede pública estadual há 12 anos. É Vice-Presidente do Conselho de Entidades do Movimento Negro, artista plástica e educadora social de Cursinhos Pré-Vestibular Populares.


Assessoria de Comunicação PSOL/Poá

0 comentários:

Clique e confira as promoções

Publ01