MUITA UTOPIA EM 2012

.
Encerra-se um ciclo e outro se inicia. Psicologicamente nos sentimos prontos para mais uma jornada. Fazemos festa para comemorar nossas conquistas no período que passou e também para esquecermos das decepções do ano. Não podemos nos esquecer dos erros, pois precisamos lembrá-los para numa outra oportunidade corrigi-los.

Mas ainda que contabilizemos os sucessos e fracassos, não devemos levar nossas vidas de forma burocrática, de forma mecânica. Precisamos sonhar mais. Nós, jovens, precisamos, como bem disse Plínio de Arruda Sampaio, acreditar que o impossível pode se tornar possível, basta acreditarmos.

Precisamos de mais utopia em nossas vidas. É acreditando nela que poderá chegar o dia de comemorarmos tudo aquilo que sempre projetamos.

Especialmente neste ano, mais um eleitoral, precisamos enxergar o processo como mais uma possibilidade de podermos melhorar nossas vidas. Não estamos na terra apenas para comer e trabalhar. Queremos qualidade de vida, lazer, diversão, tempo para o ócio. Empregos decentes, transporte de qualidade e saúde pública digna fazem parte do que é mais essencial para vivermos melhor, com mais tranqüilidade, com mais alegria.

Portanto, além de muita saúde neste próximo ano, muita UTOPIA para todos nós. Precisamos acreditar que dá para ser diferente. Já dizia a poeta, se não dá para mudar o começo, certamente poderemos mudar o final.


Por Leandro de Jesus

1 comentários:

Saulo Souza disse...

Além de utopia, precisamos de coragem para sonhar! Como disse King: a coragem encara o medo e, portanto, dele se assenhora. A covardia reprime o medo, e portanto, dele se torna escrava. Homens corajosos nunca perdem o elã pela vida mesmo que a situação que vivam seja sem brilho; covardemente, homens esmagados pelas incertezas da vida perdem o desejo de viver. Devemos constantemente erguer diques de coragem para deter as inundações do medo.

Clique e confira as promoções

Publ01