CAMPANHA #ALTOTIETÊDIGITAL

.
Inicia-se neste domingo, dia 11, uma inédita semana de mobilização dos internautas da região com o intuito de sensibilizar o poder público a investir na disponibilização de sinal gratuito de internet, em todo o território dos municípios. A campanha com o termo #AltoTietêDigital será realizada nas redes sociais Twitter e Facebook e em blogs.

O programa Cidade Digital, já implantado em diversas cidades do país, traz grandes benefícios. Entre eles, propicia a inclusão digital e garante aos cidadãos o direito de não apenas receber informações, mas serem também produtores de conteúdo, seja através de vídeo, texto ou áudio. A dinâmica da internet é capaz de gerar a estas produções uma enorme audiência em pouquíssimo tempo. São mais vozes sobre determinado assunto. É mais pluralidade, é mais democracia.

A própria ONU (Organização das Nações Unidas), em recente relatório sobre promoção e proteção do direito à liberdade de opinião e expressão, garantiu que o uso da internet é um direito humano. O acesso à informação e a liberdade de expressão são direitos que devem ser preservados pelos Estados.

Já vimos que as empresas concessionárias de telefonia não foram capazes de difundir em todo país os serviços de internet. Quando conseguiram, fizeram um serviço ruim, de baixa qualidade, e com alto custo. Pesquisas demonstram que este serviço no Brasil é um dos mais caros do mundo. O próprio PNBL (Plano Nacional de Banda Larga) promovido pelo governo federal não será um agente eficaz na inclusão digital. Será organizado por estas mesmas empresas que demonstraram a incapacidade de gerir tão importante instrumento para o país. O Blog de Poá já tratou disso em Julho.

Faz-se necessário, portanto, o poder público dar um passo largo, inovar, e ser realmente um agente do desenvolvimento local. O Cidade Digital vai além do sinal livre de internet a todos os moradores. Vai ao encontro de uma gestão moderna, eficaz e ágil. Uma administração que presta serviços on-line, com menos burocracia e que propicia canais alternativos de comunicação com a população. Os cidadãos poderão saber de informações mais rápido e ao mesmo tempo podem participar da gestão, dialogando e criticando com mais constância.

É o futuro chegando mais rápido às nossas cidades. Nossos administradores precisam ser mais ousados e chegou a hora. Não é custo, é um investimento social para nossa população. É a garantia de termos pessoas mais conectadas, preparadas e, obtendo mais informação, mais críticas.

Os internautas sabem da importância de se garantir o acesso e fazem esta mobilização. É momento, portanto, de o poder público entender o sinal e agir para que se garanta esse direito humano

Por Leandro de Jesus

0 comentários:

Publ01