MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA CÂMARA MUNICIPAL

.
O Ministério Público Estadual abriu inquérito civil para investigar possíveis irregularidades cometidas pela Câmara Municipal de Poá nos contratos de locação de veículos, licitações para compra de combustíveis e uso ilegal de carros. As informações foram publicadas no jornal Diário do Alto Tietê.

A investigação, conduzida pela Promotora de Patrimônio Público e Social, Karina Scutti Santos, apura dados  dos últimos três anos. Ricardo Massa (PP) presidiu a Câmara entre 2009 e 2010 e Deneval Dias do Nascimento (PRB) assumiu o comando em 2011.

O Legislativo aluga carros para serem utilizados nos mandatos dos parlamentares. No entanto, denúncias afirmam que os veículos teriam sido usados para fins particulares. Nesta semana, um assessor do vereador Marquinhos Indaiá (PDT) teria ido com o veículo até Minas Gerais. O presidente da Casa informou que o funcionário pediu demissão e Indaiá ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Este Blog de Poá já havia feito denúncias sobre o abuso na compra de combustíveis em 2009 e 2011. A última estimativa, conservadora, indicava que os veículos poderiam circular até 360 km/dia. "Desse modo, a quantidade de combustível comprada permite-se fazer, por exemplo, o caminho Poá - centro de São Paulo por sete vezes num único dia. Da mesma forma, é possível usar o veículo para ir e voltar de outra Estância Hidromineral, a de Águas de Lindóia, no interior de São Paulo". Na época, Deneval não respondeu aos questionamentos.

Informação publicada no jornal deste sábado, dia 13, indica que a Prefeitura também estaria no centro das investigações.

Por Leandro de Jesus

1 comentários:

Tio Valter disse...

Isso é uma vergonha, que pena...

Clique e confira as promoções

Publ01