CONCORRÊNCIA DO TRANSPORTE PÚBLICO É MARCADA

.
Edital foi alterado após pedidos de impugnação


A Prefeitura de Poá publicou nova data para seleção da empresa concessionária que será responsável por prestar os serviços de transporte coletivo na cidade. A abertura dos envelopes ocorrerá no dia 27 de abril. A concorrência pública estava paralisada após pedidos de impugnação do edital impetrados por três participantes.

Essa concorrência se arrasta desde o início do mandato do prefeito Testinha (PDT). Apesar de autorizado pela Câmara Municipal, o prefeito demorou meses para publicar o primeiro edital. Logo após esse lançamento, houve um pedido de impugnação e o consequente cancelamento do certame. Meses depois, o executivo contratou uma empresa para elaboração de um projeto executivo para o setor e realizou uma palestra para informar sobre o teor das novas regras.

Novo edital foi publicado em janeiro de 2011 mas novamente houve outra impugnação, em virtude de irregularidades na seleção. Agora o processo volta a ser aberto após alterações no conteúdo das exigências.

O processo inteiro, no entanto, é falho. Não houve em nenhum momento um debate público para que a população opinasse. A própria prefeitura não se empenhou em organizar um Conselho Municipal do Transporte para que as decisões do setor sejam feitas de forma mais democrática.

Desde o início dessa gestão, o Blog de Poá se empenha em debater o assunto. Tratamos da garantia de empregos a cobradores, do aumento da passagem de ônibus sem qualquer debate público, momento no qual Testinha deixou de cumpri promessa de campanha, e propomos ainda alternativas para o transporte na cidade, além de sugestões sobre o "bilhete único" municipal.

De fato, o processo se alonga e a atual concessionária, Radial Transportes, continua a atuar na cidade sob um contrato já vencido. Na área de transportes, portanto, Testinha marca-se como um prefeito que permite a tarifa mais cara do Alto Tietê, por km rodado. Além disso, sua gestão, que diz ser do povo, não promoveu debates públicos para organizar um setor tão importante para os cidadãos. Por fim, o único benefício concedido, o cartão COMPOÁ, também tem resultado duvidoso.

Por Leandro de Jesus

0 comentários:

Clique e confira as promoções

Publ01