FEIJOADA BENEFICENTE FOI UM SUCESSO

.
Evento fez parte da campanha para custear tratamento do menino Arthur


Arthur e sua família

No último sábado, dia 22, a família do menino Arthur cumpriu mais uma etapa da bela campanha que move e comove amigos. Mais de 200 pessoas foram ao Espaço Casa Branca, em Itaquaqueceuba, para prestigiar uma Feijoada Beneficente. A arrecadação do evento faz parte da busca pelo montante de R$ 120 mil, valor necessário para custear na China um especializado tratamento com células-tronco.


A todo instante mais pessoas vão conhecendo a perseverança da família para tratar a Paralisia Cerebral que acometeu Arthur em seu primeiro mês de vida. Hoje, aos 6 anos, ele sente o calor de novos amigos solidários à sua campanha. As jovens Elaine Bairros e Ernaenes Lucato fazem parte desse grupo e resolveram abraçar a causa.

O evento se tornou realidade graças a elas. Com planejamento e organização, conseguiram mobilizar familiares e colegas da empresa na qual trabalham e transformaram a vontade numa grande ação. “Uma amiga foi quem me contou sobre o caso. Em seguida, contatamos a família do Arthur e pedimos autorização para promovermos a feijoada”, relatou Elaine. A partir daí, em 2 meses as idéias se transformaram em realidade. “Providenciamos então as camisetas, o salão de festas, buffet, e todos os outros materiais da festa”, descreveu Ernaenes.

Os pais, Edvaldo Venâncio e Adriana Maria da Silva, ficaram surpresos com o tamanho do evento. “Tudo o que vier é bem vindo, mas de repente elas ligaram e já estava tudo preparado, é uma maravilha, uma benção de Deus”, comentou Adriana.

A campanha tem se multiplicado em vários locais. As doações chegam desde algumas igrejas, as quais chamam os fiéis a contribuir, até anônimos que conhecem a campanha pelo blog do Arthur ou por publicações na imprensa. Os pais, no entanto, sabem da dificuldade de obter o valor e têm consciência dos possíveis resultados do tratamento. Eles, contudo, não querem desistir. “As vezes, criticam a gente por querer gastar um dinheiro tão grande para obter pouco resultado. Mas pra gente, qualquer gesto novo que o Arthur faça já valerá a pena”, falou emocionado Venâncio.

O tratamento do Arthur

Arthur nasceu saudável em 04 de maio de 2004. Um mês depois, com problemas respiratórios, seus pais o levaram para um hospital. Depois de longa espera para ser atendido, o então bebê piorou e teve de ser internado. Os médicos diagnosticaram bronquiolite e fizeram um procedimento de aspiração. Muito debilitado, o bebê sofreu uma parada cardiorrespiratória. Após várias tentativas, conseguiram reanimá-lo, mas ele ficou com seqüelas. Após um mês de internação, ele teve alta e voltou para casa com problemas neurológicos.

Arthur atualmente não anda, não fala, tem movimentos involuntários, alimenta-se com dificuldade, auxiliado pela mãe, e faz uso medicamentos para convulsão. Ele é acompanhado na APAE (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais) e AACD (Associação de Assistência a Criança Deficiente) por fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, fonoaudióloga, neurologista e ortopedista.

A família do menino conheceu há pouco tempo um tratamento realizado na China com utilização de células-tronco. Após envio de diversos exames, a empresa de biotecnologia Beike Biotech aceitou realizar o procedimento no Arthur. Algumas crianças têm obtido resultados bastante positivos após tratar-se naquele país. É esta esperança que move os pais na busca do valor total dos gastos, que incluem as sessões clinicas, passagens, hospedagem, alimentos e medicação.

As doações podem ser feitas na conta da Caixa, Agência 0976, operação 013, conta 16939-0, favorecido Arthur Victor Venâncio da Silva CPF:361.797.248-90 ou no Banco Bradesco Agencia 3320 conta Poupança 1003540 -6.

Blog da Campanha: http://wwwarthurrompendolimites.blogspot.com/

Leandro de Jesus - Jornalista
foto: Adilson Santos fotocomadilson@gmail.com


0 comentários:

Publ01