BLOGUEIROS ENTREVISTAM LULA E IMPRENSA GRANDE CRITICA

.
A entrevista coletiva concedida a blogueiros pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na última quarta-feira, dia 24, marca um momento histórico nos meios de comunicação. O ato, porém, não agradou a todos. Ao mesmo tempo em que jornalistas independentes se destacaram, a imprensa grande sentiu-se rejeitada e criticou o procedimento.

A entrevista, exclusiva aos blogueiros, foi transmitida ao vivo pelo Blog do Planalto e perguntas de twitteiros também foram respondidas pelo presidente. Os participantes* foram escolhidos no 1º Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas, realizado em agosto deste ano.

No calor da campanha eleitoral, uma polêmica já havia se instalado sobre os blogs. Jose Serra (PSDB) chamou-os de "blogs sujos", pois acredita que ele faziam campanha contra o tucano. Agora, o jornal "O Globo" editou matéria de página inteira para criticar a entrevista e denominou-os de chapa-branca.

A matéria do jornal afirma que Lula e os blogueiros elegeram "a grande imprensa como alvo principal e não poupou crítica aos jornais". No entanto, na entrevista Lula cita a si próprio como o maior exemplo de liberdade de imprensa no país, pois, segundo ele, os veículos torceram para sair derrotado.

A crítica do jornal, representante da imprensa grande e consequentemente de uma elite do país, significa que o fato mexeu nas suas estruturas. Significa que eles não detém o mesmo poder que possuiam no passado e hoje, a passos lentos, diga-se, novas vozes podem ser ouvidas ou servir de intermediários nas comunicações.

Pluralidade

A pluralidade que houve naquele momento afetou O Globo e outras empresas do gênero que se incomodam com a diversidade de opiniões. Esse tipo de imprensa está acostumado ao pensamento único e à manipulação.

Marilena Chauí em entrevista à Carta Maior diz que esses veículos usam a "folha de parreira. A folha de parreira, segundo a lenda, serviu para Adão e Eva se cobrirem quando descobriram que estavam nus. Na mídia, a 'folha de parreira' consiste em dar um pequeno e controlado espaço à opinião divergente ou contrária à linha da empresa. Às vezes, não dá certo. O caso do Estadão contra Maria Rita Kehl mostra que uma vigorosa voz destoante no coral do “sim senhor” não pode ser suportada".

Esse exemplo vai ao encontro do que dizia Perseu Abramo para o qual a grande mídia é manipuladora mas não pode ser assim sempre, para que não perca a credibilidade.

De acordo com Luis Nassif, também blogueiro, os blogs são um novo marco nas comunicações e caminham no sentido da democratização na mídia. "Nos últimos anos, montamos uma rede de grande impacto para impedir as maluquices da direita e o processo avassalador da mídia, avaliou.

Desso modo, é fácil identificar o porque de se criticá-los. Ataca-se para não perder o filé. Independente de suas posições ideológicas, assim como também tem a imprensa grande, é salutar o avanço de blogs. É imperativo a pluralidade e a democratização dos meios de comunicação. Mais atores nesse cenário é mais benéfico para a formação e para a informação. Os grandes não querem largar o osso mas aos poucos os pequenos vão conseguindo seu espaço.

* Altamiro Borges (Blog do Miro), Altino Machado (Blog do Altino), Conceição Lemes (Viomundo), William (Cloaca News), Eduardo Guimarães (Cidadania), Leandro Fortes (Brasilia, Eu Vi), Pierre Lucena (Acerto de Contas), Renato Rovai (Blog do Rovai), Rodrigo Vianna (Escrevinhador) e Túlio Vianna (Blog do Túlio Vianna).


Por Leandro de Jesus

0 comentários:

Clique e confira as promoções

Publ01