JORNAL DAT INVENTOU FICHA SUJA DE JOSÉ CANDIDO

.
O periódico publicou inverdades sobre o candidato petista


O Jornal "Diário do Alto Tietê" - DAT - , do Grupo Mogi News, ao informar sobre a impugnação de José Candido (PT), inventou que o candidato tivesse sido barrado pelo Tribunal Regional Eleitoral - TRE - em razão da Lei Ficha Limpa. Pior ainda. Tratou a rejeição como semelhante à situação do deputado federal Paulo Maluf, impugnado por ter cometido improbidade administrativa quando prefeito de São Paulo.

Caso o jornal tivesse agido de forma responsável e em respeito ao leitor e buscado no TRE as razões do impedimento da candidatura, obteria a informação de que faltou ao candidato juntar certidões de objeto e pé de um processo ao qual Candido responde. A não entrega desse documento a Justiça Eleitoral impede a candidatura, conforme determina a Resolução TSE 23.221/2010.

Em tese, ao entregar essa certidão pendente, dependendo do teor e se houver condenação por um colegiado de juízes, é que Candido poderia ser barrado pela Lei Ficha Limpa. Neste momento, porém, é impossível dizer que ele tenha sido enquadrado pela lei.

O DAT, no entanto, publicou a impugnação em matéria de capa no dia 25 e reiterou em editorial no dia 27. Em ambos textos ratificou que Candido não poderia ser candidato em virtude da Lei Ficha Limpa.

Tal erro não seria cometido se o jornal tivesse apenas consultado o registro de candidatura pelo site do TSE. Na páginda do pedido de Candido, o tribunal confirma a resolução citada acima. Estranhamente o veículo não fez essa simples checagem. Qualquer jornalzinho de bairro faria isso, mas o DAT, que se dedica cobrir toda a região, não fez.

Independente das preferências ou das brigas do jornal com este ou aquele político, o jornalismo é pautado por fatos, pela verdade. Neste caso, o DAT cometeu grave deslize que compromete sua credibilidade e insulta os leitores do jornal, com tais inverdades.

Márcio Siqueira, editor do jornal, não retornou ligação para dar explicações sobre as matérias.

TRE indefere 39 com base na Ficha Limpa

O Tribunal Regional Eleitoral terminou ontem (27) o julgamento do pedido de candidaturas no Estado de São Paulo. Foram 3350 pedidos e houve 913 indeferidos (25,7%). Também foi divulgada a relação dos candidatos que tiveram impugnação em virtude da Lei Ficha Limpa. Ao todo foram 39 candidatos, inclusive a ex-governador e atual deputado federal Paulo Maluf (PP).

Veja aqui a lista dos impugnados

1 comentários:

ToM disse...

O DAT e o Mogi News são financiados pelo dinhiero do DEM a lá Junji e Bertaioli, diariamente o leio e as vezes tenho a impressão de estar lendo um informativo da campanha do Alckmin e do Serra, totalmente imparcial!.

Publ01