28 agosto, 2010

JORNAL DAT INVENTOU FICHA SUJA DE JOSÉ CANDIDO

O periódico publicou inverdades sobre o candidato petista


O Jornal "Diário do Alto Tietê" - DAT - , do Grupo Mogi News, ao informar sobre a impugnação de José Candido (PT), inventou que o candidato tivesse sido barrado pelo Tribunal Regional Eleitoral - TRE - em razão da Lei Ficha Limpa. Pior ainda. Tratou a rejeição como semelhante à situação do deputado federal Paulo Maluf, impugnado por ter cometido improbidade administrativa quando prefeito de São Paulo.

Caso o jornal tivesse agido de forma responsável e em respeito ao leitor e buscado no TRE as razões do impedimento da candidatura, obteria a informação de que faltou ao candidato juntar certidões de objeto e pé de um processo ao qual Candido responde. A não entrega desse documento a Justiça Eleitoral impede a candidatura, conforme determina a Resolução TSE 23.221/2010.

Em tese, ao entregar essa certidão pendente, dependendo do teor e se houver condenação por um colegiado de juízes, é que Candido poderia ser barrado pela Lei Ficha Limpa. Neste momento, porém, é impossível dizer que ele tenha sido enquadrado pela lei.

O DAT, no entanto, publicou a impugnação em matéria de capa no dia 25 e reiterou em editorial no dia 27. Em ambos textos ratificou que Candido não poderia ser candidato em virtude da Lei Ficha Limpa.

Tal erro não seria cometido se o jornal tivesse apenas consultado o registro de candidatura pelo site do TSE. Na páginda do pedido de Candido, o tribunal confirma a resolução citada acima. Estranhamente o veículo não fez essa simples checagem. Qualquer jornalzinho de bairro faria isso, mas o DAT, que se dedica cobrir toda a região, não fez.

Independente das preferências ou das brigas do jornal com este ou aquele político, o jornalismo é pautado por fatos, pela verdade. Neste caso, o DAT cometeu grave deslize que compromete sua credibilidade e insulta os leitores do jornal, com tais inverdades.

Márcio Siqueira, editor do jornal, não retornou ligação para dar explicações sobre as matérias.

TRE indefere 39 com base na Ficha Limpa

O Tribunal Regional Eleitoral terminou ontem (27) o julgamento do pedido de candidaturas no Estado de São Paulo. Foram 3350 pedidos e houve 913 indeferidos (25,7%). Também foi divulgada a relação dos candidatos que tiveram impugnação em virtude da Lei Ficha Limpa. Ao todo foram 39 candidatos, inclusive a ex-governador e atual deputado federal Paulo Maluf (PP).

Veja aqui a lista dos impugnados

25 agosto, 2010

JUSTIÇA LIBERA CANDIDATURAS DE ESTEVAM E ACIR FILÓ

TRE/SP confirma impugnação à candidatura de José Candido


O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo - TRE/SP - deferiu as candidaturas a deputado estadual de Estevam Galvão (DEM) e a federal de Acir Filó (PDT). Em contrapartida, José Candido (PT), também disputando vaga na Assembleia Legislativa, teve candidatura rejeitada.

Houve, ainda em julho, pedido de impugnação por parte da Procuradoria Regional Eleitoral, mas o procedimento foi revertido no último dia 23. Documentos que faltavam foram juntados aos processos e os recursos apresentados garantiram o direito de Galvão e Filó a concorrerem nestas eleições.

Jose Candido (PT), porém, teve o pedido de impugnação ratificado pelo TRE. De acordo com a assessoria do candidato, faltaria apenas a entrega de uma certidão. Candido deverá entregar ainda esta semana e o TRE realizará novo julgamento do pedido de candidatura.

Por Leandro de Jesus

24 agosto, 2010

IGNORÂNCIA: VEREADOR QUER FISCALIZAR CONCESSIONÁRIA QUE NÃO EXISTE

Vereador Mario Sumirê (DEM) ao ser questionado sobre as obras do Rodoanel duvidou do conhecimento que a concessionária teria sobre desapropriações. O parlamentar, porém, não sabe que a obra sequer foi licitada.

A resposta de Sumirê foi publicada no último sábado, dia 21,em entrevista concedida ao jornal "Diário do Alto Tietê. A reportagem tratava de uma proposta de criação de uma comissão parlamentar para acompanhar as obras do trecho do Rodoanel que será construído na cidade.

O democrata quando disse ser favorável à constituição da comissão mostrou o desconhecimento do assunto, que é tão importante e preocupa centenas de moradores. "Temos que pensar em tudo. Até mesmo no impacto ambiental. Acho que nem a concessionária da obra já sabe exatamente quantas casas terão que ser desapropriadas. Justamente por esses pontos que o Legislativo precisa estar perto da construção", comentou o vereador.

A obra, no entanto, deverá ser licitada somente em novembro, quando será conhecido o ganhador concessionário do trecho Sul que também será responsável pela construção do trecho Leste.

É inaceitável que um vereador desconheça os passos de uma obra que afetará decisivamente a dinâmica do município. O mínimo que se deseja de um parlamentar é atualização sobre os assuntos. Sumirê deu provas de não conhecer sobre o Rodoanel e as futuras desapropriações na cidade.

Por Leandro de Jesus

21 agosto, 2010

MEMBROS DO CONSELHO DE HABITAÇÃO ASSUMEM FUNÇÕES

Prefeito Testinha alegou compromissos e não foi ao evento

No último dia 20 aconteceu a cerimônia de posse dos membros eleitos para compor o Conselho Municipal de Habitação de Interesse Social de Poá. O evento foi sediado na Secretaria Municipal de Habitação.

Estavam presentes o Vice-Prefeito Marcos Borges e os Secretários Dorval Torres (Habitação) e Geraldo de Oliveira (Governo), além da Vereadora Jerusa Lisboa . Após discursos das autoridades, os membros representantes do governo e da sociedade civil, de movimentos populares e de segmentos setoriais assinaram a ata de posse.

Os membros do Conselho terão importante ações nos próximos meses. Eles farão parte da constituição do Fundo Municipal de Habitação, da criação do Plano de Habitação, da fiscalização de atos do governo e na proposição de projetos para o setor na cidade.

O Conselho terá de cumprir ainda as propostas aprovadas na Conferência Municipal, ocorrida em 24 de Julho. Entre outras ações, o órgão deverá realizar a avaliação das indicações de moradores dos imóveis a serem construídos no Programa Minha Casa Minha Vida, a fiscalização junto com a prefeitura de projetos habitacionais, os quais devem ser construídos com a necessária infraestrutura, a participação nos momentos de planejamento e execução dos programas da prefeitura e cobrar para que ela faça cumprir a exigência constitucional da função social da propriedade.

O Conselho já se reunirá no próximo dia 3 para aprovar o regimento interno, eleger a direção do órgão e programar as primeiras ações.

Por Leandro de Jesus

TRE AINDA NÃO JULGOU CANDIDATURAS DA REGIÃO

Data limite estipulada pelo TSE não foi cumprida

Perto de completar dois meses do início da campanha eleitoral, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo - TRE/SP - ainda não completou o julgamento da validade de todas as candidaturas. Alguns candidatos da região aguardam definição da justiça.

Estevam Galvão (DEM) teve pedido de impugnação pela Procuradoria Regional Eleitoral - PRE/SP e aguarda julgamento de seu recurso. O processo dessa candidatura está no gabinete do Desembargador Penteado Narrov. Outro político de Suzano que também aguarda decisão é José Candido (PT). Também com pedido de impugnação, a relatoria da candidatura está com a juíza Clarissa Campos Bernardo.

Clarisso Bernardo também é a responsável por julgar Acir Filo (PDT) e Valdemar Costa Neto (PR), políticos que também tiveram rejeição por parte da PRE/SP. O Prof Carlos Datovo (PSOL) aguarda julgamento do recurso de sua impugnação.

Liberados

Outros candidatos já tiveram julgamento do pedido e foram liberados pela justiça. Roberto Marques (PTB), Junji Abe (DEM), Heroilma (PTB), Elaine Abissamra e Nilton Cesar (PSB) e Indio Terena (PDT)

15 agosto, 2010

FILME DA EXPOÁ

14 agosto, 2010

PLÍNIO CRITICA GLOBO NO JORNAL NACIONAL

Assim como no debate presidencial da Band, Plínio de Arruda Sampaio, candidato a presidente pelo Psol, criticou em pleno Jornal Nacional da Rede Globlo o jogo sujo da mídia nesta campanha eleitoral. Para Sampaio, só há divulgação de apenas 3 candidaturas em detrimento das outra 6 que estão na disputa.

No debate, Plinio ao iniciar sua participação questionou se os telespectadores estariam surpresos da presença dele, pois haveria divulgação apenas da Dilma, Serra e Marina. Lembrou que tinha ainda mais candidatos. No Jornal Nacional informou que a Rede Globo, ao entrevistar por 12 minutos apenas aqueles 3 candidatos, estaria criando uma divisão e discriminação entre "candidatos de classe executiva e os de econômica".



Para lembrar, há mais 5 candidatos

Ivan Pinheiro - PCB
Levy Fidelix - PRTB
Zé Maria - PSTU
Eymael - PSDC
Rui Costa Pimenta - PCO

A Rede Globo é apenas um exemplo do que faz o restante da mídia, de modo geral. Se o nosso sistema democrático já é falho, essas empresas de comunicação colaboram para que continue, ao não dar igualdade de tratamento a todos os candidatos. Dessa forma, a eleição presidencial continuará viciada.

Por Leandro de Jesus

09 agosto, 2010

DEBATE NA BAND ESQUENTA CAMPANHAS

Após o primeiro debate na Band entre os presidenciáveis, a disputa entre os candidatos deve esquentar. O encontro em rede nacional foi o primeiro de uma série de encontros nos quais os políticos se enfrentarão.

Considerado morno por alguns, o debate da última quinta feira (05) serviu para que muitos conhecessem o candidato Plínio de Arruda Sampaio, do Psol. Isso, pois, a mídia, de modo geral, não divulga, quando o faz, na mesma proporção, todos os 9 candidatos à presidência. Há exposição quase somente de Serra, Dilma e Marina Silva.

Plínio, no entanto, foi considerado vencedor do debate por diversos veículos de comunicação, como Folha de S.Paulo e Estado de S.Paulo. Os blogueiros Noblat, Nassif e Sakamoto e cientistas políticos ouvidos na Folha também indicaram o socialista como o destaque daquela noite.

Plíni ficou mais alegre devido a outro destaque. No dia do debate e no seguinte, seu nome ficou em primeiro lugar entre os termos mais digitados no mundo no microblog Twitter.

Esse ponto de partida serviu, contudo, para que se avalie os candidatos. Serra, político que tem mais experiência em campanhas, ficou aquém do esperado. Em muitos momento fora monotemático e não apresentou um projeto diferente para o país. Dilma, por sua vez, confirmou que não fica à vontade na televisão e não conseguiu mostrar firmeza na defesa de seu programa. Em muitos momentos deixou de olhar para a câmera e gaguejou. Marina, com um tom suave na voz, não demonstrou porque diz ser a alternativa. A defesa de seus projetos confirmou que são de continuísmo aos já existentes.

Esté é o cenário inicial e aguarda-se os próximos debates, momentos nos quais realmente pode-se conhecer melhor os candidatos. Lamenta-se, porém, que a Justiça Eleitoral não obrigue os veículos a chamarem todos os candidatos. Participam apenas aqueles cujo partido tem deputado federal eleito. Isso é uma verdadeira afronta à democracia.

O Brasil dos próximos 4 anos está em jogo. Vejamos então os próximos capítulos dessa disputa.

Por Leandro de Jesus

Clique e confira as promoções

Publ01