LOCAL DA FESTA JULINA PODERIA SER PARQUE

.
O local no qual está instalada a Festa Julina de Poá, sem a infra-estrutura desse evento, é apenas um terreno baldio sem utilidade. Se visto com bons olhos e tratado de forma adequada, naquele lugar poderia ser criado um complexo de lazer para os poaenses.


Exibir mapa ampliado

É de conhecimento de todos a falta de locais nos quais o cidadão possa praticar lazer no município. Praças foram construídas nos últimos anos sem uma árvore sequer. Não há ciclovias ou pista de corrida. Quadras cobertas são poucas e clubes públicos não existem.

O Parque do Povo ou Espaço de Eventos Vila Romano, ou outra nomenclatura que o marketing da prefeitura queira dar, poderia receber investimentos e se tornar realmente num parque, área tão almejada por muitos poaenses.

Muitas adequações deveriam ser realizadas, contudo. A primeira medida deveria ser acabar com o problema de alagamento do rio no qual o terreno margeia. Há, porém, várias vantagens em se criar um parque municipal no local. É próximo ao centro da cidade. Eliminaria o trânsito caótico quando ocorre festas na Praça de Eventos. Há opções de acesso pela Vila Romano, Jardim Estela, Centro e Vila Perracini, além da extensão, apesar de não ser tão largo.

O terreno ainda passa por processo de desapropiação. Após a resolução do imbróglio jurídico, a prefeitura poderia fazer um projeto que incluísse área verde, teatro, palco, áreas para caminhada e ciclovia, biblioteca, aquário municipal ou outras opções. Sugestões não faltam. Por fim, seria de bom tom ouvir os moradores da região quanto a criação deste local, pois ali seriam realizadas as grandes festas, como a da EXPOÁ e Julina.

Por Leandro de Jesus

0 comentários:

Publ01