CPI CONTRA PREFEITO FOI REJEITADA

.
Suspeita era sobre licitação vencida por Maktub; a empresa assinou outro contrato em dezembro

Logo na primeira sessão do ano na Câmara Municipal já houve pedido de criação de comissão para investigar a administração de Testinha. O requerimento, rejeitado pelos vereadores, apresentou denúncia contra um possível direcionamento na licitação que comprou cestas de natal para funcionários públicos.

De acordo com a denúncia apresentada por Mário de Oliveira, haveria suspeita de direcionamento de licitação e superfaturamento de valores. A divulgação da vencedora ocorreu dia 17 de dezembro, apenas 5 dias antes da entrega de mais de 2 mil cestas. Para Oliveira não haveria prazo suficiente para preparação das cestas e só conseguiria concluir o trabalho uma empresa que soubesse que ganharia a licitação. Cálculos reproduzidos na publicação "De Olho na Cidade" sugerem o superfaturamento na compra.

Apesar dos incisivos argumentos, por seis votos contrários o requerimento foi rejeitado pelo legislativo. Votaram a favor Junior da Locadora (PV), Edison Rodrigues (DEM), Augusto de Jesus (PRB) e Azuir Marcolino (PTB)

Outro contrato

O Maktub, que tem a razão social registrada como Comercial de Alimentos
Famaca Ltda, assinou ainda em dezembro outro contrato com a prefeitura. Sob o valor de R$ 46.040,66 foram comprados materiais de limpeza para serem utilizados
nas unidades escolares do município, durante 10 meses.

Por Leandro de Jesus

0 comentários:

Publ01