EDUCAÇÃO: QUALIDADE X QUANTIDADE

.
Investimentos em escolas técnicas demonstram predomínio da quantidade

O governador de São Paulo José Serra (PSDB) inaugurou no dia 5 a Escola Técnica de Poá (ETEC). Apesar de já ter sido inaugurada pelo prefeito Testinha (PDT), e estar em funcionamento pleno desde agosto, esse novo evento foi realizado, dando mostras que Serra está irregularmente em campanha para as eleições de 2010.

Um problema pouco explorado, porém, pela imprensa, mas que precisa ser melhor debatido, é a denúncia de alunos da ETEC de Suzano. Em manifestação no evento, alunos reclamaram da precaridade do prédio no qual estudam e da falta de materiais pedagógicos.

Essa denúncia ganha respaldo em manifestações anteriores de alunos de outras ETECs, de Fatecs, ambas geridas pelo Centro Paula Souza, e dos Institutos Federais de Educação Tecnológica (IFETs), administrado pelo governo federal.

Nos últimos anos, tanto o governo de São Paulo quanto o federal ampliaram a quantidade de vagas e escolas que ministram o ensino técnico e tecnológico. A qualidade do ensino, no entanto, não acompanhou esse crescimento. As unidades já existentes não sofreram os investimentos necessários e as novas foram inauguradas sem que houvesse estrutura adequada.

Exemplos não faltam. No IFET São Paulo, cursos como o Turismo permanecem sem os laboratórios e corpo discente necessários para que os alunos tenham o aprendizado objetivado. Na Fatec de SP até greve alunos já fizeram como medida para denunciar o descaso. Na Etec de Ferraz de Vasconcelos somente agora é que está sendo construída quadra poliesportiva. A Etec Prof Aprígio Gonzaga, em SP, sofrera muito tempo com computadores ultrapassados.

Esse cenário não é suficiente, porém, para que ambos governos melhorem primeiro a qualidade e depois faça a ampliação. A quantidade tanto para Serra quanto para Lula vem em primeiro lugar. E o pior. Talvez pare somente nela.

Em campanhas eleitorais, contudo, o número de escolas construídas são colocados como pontos positivos. A falta de estrutura fica escondida atrás maquiagem da publicidade. Por fim, é dever da imprensa mostrar o que está por trás de tantos prédios construídos. Que começe logo, então, a cumpri-lo.

Por Leandro de Jesus

0 comentários:

Clique e confira as promoções

Publ01