ABANDONO TOTAL

.
Muitos problemas...

O prefeito de Poá, Francisco Pereira de Sousa, o “TESTINHA” (PDT), está muito preocupado, como todos os seus antecessores, em mexer só no centro da cidade. O mais grave é que mesmo assim não resolve os problemas mais urgentes, como auxiliar os pedestres na travessia entre a Rua vinte e seis de março e Av. Brasil, uma vez que por causa das obras lá existentes, o percurso está muito perigoso.

Há aproximadamente vinte dias, fui até a prefeitura e falei pessoalmente com o prefeito, apontando vários problemas com relação à acessibilidade e nenhuma providência ainda foi tomada. Tal atitude, ou a falta dela, aparenta um total descaso por parte do prefeito, porque no que foi apontado não se gastará dinheiro. Mas se fosse necessário, deveria gastar, pois o erário público é para se aplicado em benefício da maioria da população e não para alguns afortunados da nossa cidade.

Os serviços públicos vão de mal à pior. No hospital não existe nem pomada para tratar de pacientes com queimaduras. As praças da Bíblia e Guido Guida quase não tem mais bancos para as pessoas sentarem. Nesses locais circulam muitos trabalhadores da região e em seus horários de almoço não encontram o mínimo de acomodação para descansar.

Os bairros estão abandonados, pois o dinheiro dos serviços que deveriam ser feitos lá está sendo gasto para desmanchar e refazer a área central da cidade. Isso é um absurdo.

O que não falta na prefeitura são cargos comissionados, os quais são ocupados por apoiadores da eleição, correligionários e pessoas indicadas por estes.

Nas ruas vemos muitos agentes de trânsito, mas simplesmente andando pelas ruas, sem tomar nenhuma atitude, pois é comum encontrarmos veículos estacionados em lugares proibidos e até contra mão, desrespeitando as pessoas que circulam a pé pela cidade.

O prefeito TESTINHA se preocupou em inchar o quadro de funcionários e o pior sem concurso público, mas a prestação de melhores serviços está muito longe de sua prioridade.

A cidade realmente continua abandonada.


Professor Carlos Datovo

0 comentários:

Clique e confira as promoções

Publ01