IMPRENSA MARROM

.
O que acontece com o Jornal Diário do Alto Tietê? No fim de 2008, eram só elogios para a forma de administração do prefeito Roberto Marques (PTB) e para o desenvolvimento que ele teria levado para Poá.

No início de 2009, no entanto, com as constatações realizadas pela nova equipe de governo, este jornal iniciou uma série de críticas ao ex-prefeito. Os editores nem se quer tiveram o respeito com o leitor de dizer que estavam equivocados.

Este tipo de atitude mostra uma séria falta de compromisso com a informação e de incoerência editorial. Para citar apenas um exemplo, no editorial de 23/01/09, ao falar do fechamento da maternidade municipal, chamou a administração anterior de "doente" e de que Testinha teria herdado "abacaxis" de seu antecessor.

Veja, contudo, o que foi publicado em 30/09/2008: "No caso concreto, temos bons governos de Marcelo Candido (PT), em Suzano; Armando da Farmácia (PR), em Itaquá; ROBERTO MARQUES (PTB), em Poá; Jorge Abissamra (PSB), em Ferraz. A continuidade dos referidos prefeitos serão importantes para que o rumo de desenvolvimento econômico e social prossiga, sem interrupção, tampouco turbulências."

Salienta-se que a visão positiva do governo de Marques não foi apontada somente em textos de opinião, como o de cima, mas também em diversas reportagens. Essa situação demonstra o quão descompromissado é o DAT. Não segue as premissas jornalísticas que tantos manuais pregam. Bastaria publicar uma errata sobre suas opiniões equivocadas, mas pelo visto, para o jornal, os leitores não merecem este tipo de atitude.

O espaço público só perde com imprensa deste gênero. Lamentável.

Por Julyana Ferri

0 comentários:

Publ01