MATERNIDADES

.
A cada ano uma nova maternidade na cidade. Agora são duas. Uma inaugurada em 2007 e outra em 2008...ps>Eu lavo as minhas mãos em relação àqueles que imaginam que falar seja conhecimento, que silêncio seja ignorância e que indecisão seja arte. - Kahlil Gibran.
Jornal Novo Milênio
31/03/2007

"No dia que o município completou 58 anos de emancipação o prefeito Roberto Marques concretizou um dos grandes sonhos poaense: a Maternidade.Exatamente no dia em que Poá comemorava o 58º aniversário de emancipação política-administrativa, foi entregue à população o novo Hospital Guido Guida e a tão sonhada Maternidade Maria de Nazaré, transformando a data festiva em um marco histórico para a cidade. Cerca de 400 pessoas acompanharam a inauguração do prédio que compreende seis mil metros quadrados de área construída. O prefeito Roberto Marques (PTB) enfatizou o momento de suma importância para a cidade e lembrou que, na década de 80, quando era Secretário de Assuntos Jurídicos da Prefeitura, lutou para incorporar o hospital no patrimônio municipal, o que na época muitos consideravam uma luta jurídica perdida. Lembrando a história e tomado de muita emoção, o prefeito disse que a partir daquele momento a saúde da população poaense voltou a ter dignidade. O Secretário de Governo, André Marques, salientou sua satisfação em entregar o hospital e a maternidade para a população. Ele esclareceu sobre os próximos passos da Saúde de Poá, como uma possível parceria com uma universidade, que irá realizar os trabalhos técnicos do hospital. André afirmou também que Poá contará com três novas ambulâncias, sendo uma delas com UTI, reforma do CSII, que terá o mesmo padrão do hospital, e diversas outras melhorias no setor da Saúde.André aproveitou a festa para registrar as principais conquistas de cada pasta do Governo Marques. Disse que hoje Poá tem uma educação-modelo e referencia para diversos municípios. Educação que irá contar com duas Emeis, duas creches e duas Emefs, que irão beneficiar os moradores dos Jardins Pinheiro, São José e do Centro. O secretário falou ainda do aprimoramento do setor de limpeza pública e nas obras da nova Câmara, unificação das Praças Guido Guida e da Bíblia e da revitalização da Avenida Nove de Julho.O Secretário de Saúde, Walter Guinger, falou que a inauguração emocionou o médico, funcionário público e secretário Walter. Ele lembrou que, no início do ano de 2005, o hospital estava em ruínas, com o teto ruindo, 200 lâmpadas queimadas, 40 mil horas-extras de dívida dos funcionários, goteiras, ou seja, um verdadeiro caos. E disse que é com muita emoção que vê a novo hospital que dará o total respaldo à população poaense. Após os discursos, foi feito o descerramento da placa inaugural. Em seguida, o prefeito Marques, acompanhado da primeira-dama Graça Chaia Marques, e das demais autoridades, visitou todas as dependências do novo hospital, que vai oferecer inicialmente 45 leitos, distribuídos entre o Pronto-Socorro, Unidade de Tratamento Intensivo adulto e infantil, centro cirúrgico, pediatria, maternidade e clinica médica. O Secretário de Governo disse que a meta é chegar a 90 leitos até o primeiro semestre de 2008, com a inauguração do centro cirúrgico. Ele disse ainda que a maternidade esta em fase de esterilização para evitar contaminações e deverá começar a funcionar em 40 dias. A estimativa é que a unidade deva realizar 150 partos ao mês. O Pronto-Socorro já começou a funcionar e deverá atender a 500 pessoas por dia.Além dos secretários, vereadores municipais da cidade, representantes da área da Saúde e da população poaense, estiveram presentes na inauguração o prefeito de Suzano e presidente da AMAT (Associação dos Municípios do Alto Tietê), Marcelo Candido (PT); os Deputados Estaduais Luis Carlos Gondim (PR) e Estevam Galvão (PD), o ex-deputado Francisco Bezerra, além dos assessores do deputado Marco Bertaiolli (PD), Cláudio Debussi e Edson Santos. Todos cumprimentaram o prefeito e se disseram maravilhados com a estrutura do hospital."
Jornal Novo Milênio
19/05/2008



"Poá: finalmente nasce a MaternidadeNa placa de inauguração da Maternidade de Poá ‘Maria de Nazaré’, está escrito “O direito de nascer está garantido pelo Poder Público”. Agora, as crianças podem nascer no município de Poá e serem registradas como autênticas cidadãs poaenses. A maternidade foi aberta no domingo comemorativo ao ‘Dia das Mães’, 11 de maio, pelo prefeito Roberto Marques, com a presença de diversas autoridade e população.No mesmo dia de inauguração, três crianças nasceram na maternidade. Às 9h14, o primeiro bebê oficialmente poaense nasceu, que recebeu o nome Maria da Graça, pesando 3,010 quilos e com 47 centímetros. O parto foi realizado pela equipe do médico Francisco Moacir Bezerra de Melo. Os pais são Rosemeire Conceição de Paula – que foi submetida a uma Cesariana – e Itamar de Paula. A solenidade foi aberta por Carlos Guilherme, representante da FAEP (Fundação de Amparo e Ensino a Pesquisa), que garantiu que esta fundação dará o apoio necessário para o pleno funcionamento da maternidade. A FAEP gerenciará sob a supervisão da Prefeitura de Poá e a equipe médica que atuará na maternidade é a mesma que trabalha na Santa Casa de Mogi das Cruzes.Em discurso em nome dos secretários municipais, o secretário de comunicação, Fernando Felippe disse que essa é a maior obra da Administração do Prefeito Roberto Marques e relembrou a atuação de Marques em meados da década de 80 como secretario de Assuntos Jurídicos para garantir que, até então, o prédio abandonado tivesse um dia uma maternidade.O secretário de Saúde, Murilo Mendes, lembrou que antes da atual administração tomar posse em 2005, toda a estrutura era um esqueleto maquiado e que sente-se imensamente grato pela oportunidade de ser o secretário de Saúde nessa inauguração. “Foi um grande desafio que a Administração Municipal e a Secretaria de Saúde conseguiu vencer. Foi grande a dedicação para que a maternidade fosse aberta e fico feliz em fazer parte desta equipe, que deixou este marco para a cidade de Poá”, comenta. Segundo o secretário, a maternidade tem capacidade para 24 leitos, mas atualmente pode realizar 10 partos diários. “Quando for necessário, reestruturaremos a equipe para funcionar na capacidade máxima. Inicialmente estamos suprindo a necessidade do município” explica. Murilo Mendes ressalta que para que sejam oficialmente registrados poaenses nascidos no município, além da maternidade, é necessário uma Declaração de Nascido Vivo emitida pelo Governo Federal, a qual só é emitida com a Maternidade estruturada e pronta para o atendimento. “Já realizamos alguns partos no Hospital, pela urgência. Foram mulheres que vieram já no ‘período de expulsão’ e não havia tempo para transportá-las”, relata o secretário. Ainda conforme Murilo Mendes, já nasceram cinco crianças depois da inauguração da maternidade, sendo um caso de alta complexidade, que foi encaminhado para a Santa Casa de Mogi das Cruzes, e outro para o Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos. A maternidade funciona atualmente com 3 médicos plantonistas, 1 obstreta, 1 anestesista, 1 neo-natologista, 1 enfermeira obstretite, 5 auxiliares de enfermagem e o pessoal de apoio.O Coordenador Técnico da Maternidade, Luis Gustavo C. Ferraz, avaliou a estrutura da maternidade. “O segmento que queremos abranger das gestantes é de baixa e média complexidade, até porque a infra-estrutura não suporta atendimento de alta complexidade. Através de um prévio levantamento, baseado em históricos, confirmamos que a maior demanda são de casos de média e baixa complexidade” explica. Sete equipes médicas completas estão à disposição em revezamento 24 horas por dia, sete vezes por semana. Todo o procedimento de pré-natal estará a disposição a partir das Unidades Básicas de Saúde, UBSs, e encaminhadas para a maternidade."

3 comentários:

Daiane dos Santos Resende disse...

Primeramente boa tarde!
Quero sugir q a prefeitura do municipio de Poá, que fornece mais oportunidade de estagio de enfermagem, para nos que estamos regressando na área, por exemplo eu, estou no 5º semestre de enfermagem na universidade Braz Cubas. E queria ter essa oportunidade de trabalhar! Agordo respostas Obrigada!

Fátima Pedro disse...

Leandro.... Tá... Você contou uma parte da história da Maternidade Maria de Nazaré em Poá. Mas essa história não parou por aí, né? ;o) Abraço

Fátima Pedro disse...

Daiane,sugiro que você procure a Secretaria Municipal de Saúde para saber se eles estão aceitando estagiários. Boa sorte!