FAEP

.
Por Saulo Souza

O insucesso da FAEP no município já tinha sido prevista neste blog. Nosso repúdio a esta forma de terceirização e privatização que possibilita essencialmente o desvio de recursos públicos para mãos privadas e ainda possibilita o cabide de emprego mediante a contratação sem concurso público de cabos eleitorais de políticos. Políticos já utilizaram tais métodos para enganar o povo, respaldados em alegações duvidosas, como as utilizadas para justificar as privatizações de empresas estatais que causaram grande perda de patrimônio publico no Estado de São Paulo e grande índice de desemprego de profissinais competentes que foram substituídos por apadrinhados. O custo absurdo de R$ 600 mil reais que saiu dos cofres públicos e sairia mensalmente foi escoado. Todos os onze vereadores “endossaram” este contrato negligente que, por exemplo, indicava atendimento máximo de 12 mil pacientes no mês quando a demanda municipal é normalmente de 20 mil pacientes mensais. Isto é uma vergonha!

0 comentários:

Publ01