Internet x Televisão

.
Nos últimos anos o Brasil transformou-se num dos países do mundo onde mais crescem os serviços interativos. Essas condições nos permitem fazer projeções otimistas de que internet já não é mais uma tecnologia exclusiva dos entendidos. A experiência da Internet tem se tornado cada vez mais simples, fácil e eficaz. Assim como as fraldas descartáveis e os fornos de microondas, a Internet é um produto não só prático, mas a caminho de se tornar imprescindível na vida moderna. Por exemplo, que escolheria você para levar para uma ilha deserta? Um telefone, um televisor ou um computador com acesso à Internet? Segundo uma pesquisa recente, a maioria das pessoas escolheria o computador conectado à Internet. Outros dados notáveis: mais da metade dos pesquisados mudou a arrumação dos móveis para acomodar um computador. Três em cada quatro acham que seu endereço eletrônico é mais conhecido que seu número de telefone. E quase quatro entre cinco gastam navegando na Internet tempo que antes passavam vendo televisão.

À parte suas óbvias aplicações comerciais e sociais, a Internet tem exercido um impacto muito positivo sobre a população brasileira. Além de encurtar distâncias, está afetando profundamente a educação e outras áreas. Ela está se tornando uma ferramenta extremamente poderosa de benefício para sociedade. Infelizmente, também está promovendo a perseguição de uns não interessados nesta evolução como é o caso da Rede Globo. No ano passado a emissora veiculou no Fantástico duas matérias “anti-internet”. As matérias mostravam os internautas como doentes mentais viciados por informação e internet. A reportagem procurou revelar para aqueles que não tem acesso ao computador que estes não estão perdendo nada, pelo contrário, só se livrando de se tornarem malucos e viciados quando na verdade sabemos que o real interesse da emissora é continuar manipulando mídia e opinião e jamais perder espaço para Internet em cujo ambiente é livre a expressão. Bons exemplos são os blogs e o chamado Orkut que a Rede Globo tratou de tachar como site de tarados sem prejuízo é claro de alguns que utilizam a rede indevidamente. Critico muito a televisão (o conteúdo que nela é disponibilizado), mas ainda não me atrevo a dizer que a Internet é uma rede perfeita. Na verdade, tanto na televisão quanto na Internet é necessário estabelecer regras de controle. Porém a Internet sai em vantagem, pois permite que cidadãos obtenham informação das mais variadas maneiras, traduzindo em liberdade para pessoa traçar sua própria opinião.

0 comentários:

Publ01